Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Seu pagamento do Bolsa Família pode ser bloqueado por causa destas 5 regras; confira

Bolsa Família em risco? Governo confirma 5 regras que podem bloquear seu benefício. Saiba como evitar o corte do auxílio!

Desde 2023, o Governo Federal oficializou cinco regras que podem levar ao bloqueio do Bolsa Família para milhões de famílias em todo o país. Assim, as medidas visam garantir que o programa atenda de fato às famílias em situação de extrema pobreza, combatendo fraudes e irregularidades.

Dessa forma, o programa social, que beneficia milhões de famílias em todo o território nacional, adota medidas rigorosas para que o benefício seja justo e corretamente distribuído. Assim, conhecer detalhadamente estas regras é essencial para evitar o bloqueio ou mesmo o cancelamento do benefício. Confira!

Regras de bloqueio do Bolsa Família

Portanto, para assegurar a manutenção do benefício, os beneficiários do Bolsa Família devem atender a certos critérios condicionais que incluem aspectos educacionais e de saúde. Vejamos quais são:

  • Crianças de 4 a 5 anos devem apresentar uma frequência escolar mínima de 60%.
  • Crianças e adolescentes de 6 a 18 anos devem manter frequência escolar de pelo menos 75%.
  • O acompanhamento nutricional, incluindo peso e altura, é necessário para crianças de até 6 anos.
  • A carteira de vacinação de todos os membros da família precisa estar atualizada.
  • Gestantes devem realizar acompanhamento pré-natal.

Além disso, é preciso ter o cadastro atualizado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e ter renda familiar mensal de até R$ 218 por pessoa.

Grande símbolo de 'pare' sobreposto em uma imagem de um cartão Bolsa Família com rotas de 100 reais
Imagem: rafapress/ shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital

Meu benefício já foi bloqueado, e agora?

Dessa forma, as repercussões para as famílias que não atenderem às condições estipuladas são sérias. O não cumprimento pode resultar em suspensão do pagamento por até 60 dias. Após esse período, se os beneficiários continuarem a não seguir as regras, poderá haver o cancelamento do benefício definitivamente.

Assim, é preciso resolver com urgência os casos de bloqueio. Os beneficiários são informados por meio do aplicativo Bolsa Família (disponível para Android e iOS) e devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo para atualizar os dados cadastrais. 

Veja também:

Moeda rara de apenas R$ 0,05 pode valer até R$ 800

Enfim, a atualização de informações é crucial para solucionar o bloqueio e, quando feita dentro do prazo, não apenas desbloqueia o benefício, como também garante o recebimento retroativo das parcelas suspensas.

Imagem: rafapress/ shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital