Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Taxa Selic: o que ela tem a ver com o seu bolso e seus investimentos?

Entenda como a Selic influencia seus investimentos e créditos no Brasil. Tudo sobre taxas de juros e economia!

A Selic, ou Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, desempenha um papel crucial na economia brasileira, agindo diretamente nas taxas de juros de empréstimos e nos rendimentos de investimentos.

Sua função é mediar os juros básicos da economia, o que afeta todas as esferas de atividade econômica, desde o poder de compra do consumidor até as grandes decisões de investimentos empresariais.

Como a Selic influencia os seus investimentos?

a palavra “Selic” escrita no visor de uma calculadora que está em cima de notas de R$ 50 e R$ 100
Imagem: rafastockbr/ shutterstock.com

Cada variação na Selic pode significar mais ou menos dinheiro no seu bolso ao final de um investimento. Por exemplo, quando ela está alta, os investimentos em renda fixa como CDBs e títulos públicos tendem a oferecer melhores retornos.

Por outro lado, uma Selic baixa pode favorecer o crédito e o consumo, impactando positivamente o mercado de ações e de bens de consumo.

O que move a Selic?

As decisões sobre a Selic são tomadas pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central em reuniões periódicas.

Nestes encontros, são analisadas uma série de variáveis econômicas, como inflação, níveis de emprego e projeções de crescimento, para definir a necessidade de aumentar, diminuir ou manter a taxa.

Qual o impacto da Selic no dia a dia do brasileiro?

Com uma Selic alta, os juros dos financiamentos e empréstimos tendem a subir, dificultando o acesso ao crédito e desencorajando o consumo.

Por outro lado, se ela cai, os juros diminuem, facilitando o crédito, aumentando o poder de compra e estimulando o consumo.

Além disso, a variação da Selic pode tornar os investimentos em renda fixa mais ou menos atrativos em comparação aos de renda variável.

Importante acompanhar

Estar atento às reuniões do Copom é vital para quem investe ou está pensando em financiar grandes projetos.

Além das reuniões, é crucial acompanhar a divulgação das atas do Copom e os relatórios periódicos do Banco Central, que oferecem insights sobre as decisões econômicas e suas justificativas.

Veja também:

Indenização no Bolsa Família para quem enfrentou fila de espera no CRAS

Compreender a Selic e seus impactos ajuda a fazer escolhas financeiras mais informadas e a adaptar estratégias de investimento ao cenário econômico vigente.

Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com