Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

TIM processa C6 Bank; parceria entre as empresas está prestes a acabar?

Saiba mais sobre como funciona a parceria entre a TIM e o C6 Bank.

0

A parceria entre as empresas C6 Bank e TIM está em um momento bem complicado. No relatório do 2º trimestre, a operadora expõe que abriu um processo no Centro de Arbitragem e Mediação da Câmara de Comércio Brasil-Canadá para rever cláusulas contratuais. A ação contra o C6 Bank e a Carbon Holding não foi detalhada. 

C6 Bank está fora do ar: clientes reclamam nas redes sociais

TIM processa C6 Bank; parceria entre as empresas está prestes a acabar?

A parceria entre as empresas iniciou em março de 2020 e foi o primeiro caso de consolidação da estratégia que a TIM chama de “customer platform”. Neste plano, a TIM disponibiliza a sua base de clientes, bem como os seus canais de comunicação e venda, para ajudar o parceiro a alavancar o seu negócio.

Seja membro

Por outro lado, o C6 Bank paga uma comissão e libera uma participação acionária no banco digital. Em pouco mais de um ano, a TIM conseguiu cerca de 3 milhões de novos correntistas para o C6. Dessa forma, garantiu uma participação acionária de 2,9% no banco.

O acordo também impacta a operadora: no 2º trimestre de 2021, a TIM diminuiu o seu prejuízo no resultado financeiro líquido em R$ 232 milhões na comparação anual. Dessa forma, a operadora ficou somente com R$ 36 milhões no negativo.

De acordo com o relatório, uma das razões para a melhora na operadora foi a parceria entre as empresas (TIM e C6 Bank); ou seja, por conta da participação no capital social do banco. Essa estratégia “customer platform” da TIM segue com outros setores. Recentemente, a empresa iniciou um acordo similiar com a Kroton, para ofertar cursos EaD via celular para os seus assinantes.

Em suma, a ação contra o C6 Bank e a Carbon Holding não foi detalhada no relatório. A TIM cita apenas que é preciso discutir a interpretação de certas cláusulas. Dessa forma, se não ocorrer um acordo, a parceria entre as empresas pode acabar e haver a cobrança de uma multa.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.