Agora é oficial: o Digio já permite transferências digitais em seu aplicativo. Além da licença para atuar como banco, a empresa recebeu recentemente, do Banco Central, o código 331 e o ISPB 27098060, permitindo que a instituição ofereça a seus clientes a possibilidade de receber e enviar transferências digitais entre bancos.
Na prática, isso coloca o Digio ainda mais perto da concorrência, que possui cartões reconhecidos como o Inter e o Nubank. Confira nossa matéria para entender mais sobre a possibilidade de transferências digitais do cartão e, principalmente, obter informações como taxas e comparação de preços!

É provável que você também goste:

Certificadora digital brasileira Valid compra 51% da fintech indiana Blupay

Confira 5 dicas certeiras para conseguir mais limite no Digio

Como funcionam as transferências digitais do Digio

Não é segredo que o Digio vem ampliando os serviços do seu cartão para competir com outras startups do mercado. Agora, com o código 335, os clientes Digio poderão realizar transferências via DOC e TED sem maiores problemas. A expectativa é que a função já entre em vigor na próxima atualização.
Além disso, a novidade também permite receber e enviar transferências digitais para contas de diferentes titularidades, servindo como uma alternativa a bancos tradicionais como Santander, Caixa e Banco do Brasil. O código também permite o serviço de portabilidade de salário, que pode ser solicitado diretamente pelo app.

Digio e outros bancos: compare as taxas

O Digio, no entanto, é apenas uma entre diversas empresas com a possibilidade de realizar transferências digitais. A seguir, comparamos as taxas do Digio com as de seus concorrentes:

  • Digio: até o momento, a empresa não divulgou a cobrança de taxas de transferências digitais.
  • Next: transferências para contas Next e Bradesco são gratuitas. Da mesma forma, para outros bancos, as transferências e TED/DOC são grátis e ilimitados.
  • Neon: o banco cobra uma taxa de R$ 3,50 por transferência para outros bancos. A primeira transferência é gratuita.
  • Nubank: transferências digitais ilimitadas, inclusive entre contas de outros bancos e contas com a mesma titularidade.
  • Pagbank: permite um total de 5 transferências digitais gratuitas, via TED, por mês. Entretanto, depois de excedido esse total, é cobrada uma taxa de R$ 1,99 por transação. Embora a maioria dos serviços sejam grátis, há um limite de transferências bancárias via TED que podem ser feitas para outros bancos, sendo um total de cinco por mês — caso seja excedido, será cobrado um valor de R$ 1,99 a cada transação. Para contas com o mesmo CPF, é permitido uma gratuita por mês, sendo cobrada uma taxa de R$ 3,50 a partir da segunda.

Quer fazer um cartão de crédito Digio?

Para tentar aprovação no cartão de crédito Digio, basta clicar aqui no link do site e se cadastrar com os seus dados. O Digio fará uma análise de crédito e, caso você seja aprovado, você será avisado por e-mail.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: site oficial do Digio.