Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

URGENTE: BC revela vazamento de dados Pix em duas instituições de pagamentos

Vazamento de dados cadastrais no Pix afeta usuários de duas instituições de pagamento. Saiba mais informações!

Nesta terça-feira (11), o Banco Central do Brasil (BC) liberou informações indicando que houve acesso indevido a dados vinculados a mais de 22 mil chaves Pix. Apesar da gravidade, o BC garantiu que as informações acessadas são exclusivamente cadastrais. Logo, não incluem dados que possam facilitar a movimentação de recursos ou o acesso direto às contas dos usuários afetados.

Dessa forma, saiba mais sobre quais são as instituições envolvidas no caso e os demais detalhes quanto à situação. Continue a leitura!

O que acontece com os dados do Pix?

Mão tocando tela de celular que mostra logo do Pix em ambiente pouco iluminado.
Imagem: rafapress / shutterstock.com

O problema se concentrou em dois eventos separados, com a Iugu e a Pagcerto. Assim, informações como nome, CPF (com partes ocultadas), dados de agência e conta acabaram sendo expostos.

Ademais, isso ocorreu especificamente entre 21 e 27 de maio de 2024 no caso da Iugu, e entre 23 e 24 de abril de 2024 para a Pagcerto. Uma média de 19.849 a 2.197 chaves Pix, respectivamente, foram comprometidas nesses eventos.

Como o Banco Central está respondendo à situação?

O Banco Central prontamente demarcou que as informações vazadas de dados Pix não providenciam meios para qualquer operação financeira. Além disso, pressionou no esclarecimento de que medidas estão sendo tomadas para notificar os usuários impactados exclusivamente através do app do banco ou via internet banking das instituições ligadas.

Ainda, o BC enfatizou que não utiliza outros meios de comunicação, como mensagens via apps, telefonemas, SMS ou e-mails, para falar sobre o assunto diretamente com os clientes. Na sequência do vazamento, o Banco Central do Brasil informou o início de investigações detalhadas para apurar totalmente o incidente envolvendo o Pix.

Veja também:

Primeiro encontro? Saiba como economizar no date sem perder o romantismo!

Além disso, afirmou-se também que haverá aplicação de sanções disciplinares previstas na regulamentação vigente para prevenir futuras ocorrências. Por fim, o BCl e as instituições envolvidas devem trabalhar juntos para reforçar a segurança e garantir a confiança no sistema de pagamentos instantâneos.

Imagem: rafapress / shutterstock.com