Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

10 milhões de pessoas ainda não declararam o Imposto de Renda; prazo termina sexta-feira (31)

Perto do prazo final, 10 milhões de contribuintes ainda não enviaram a declaração de Imposto de Renda. Saiba mais!

A medida que se aproxima o final do prazo para a entrega a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2024, cerca de 10 milhões de pessoas ainda precisam entregar o documento à Receita Federal.

Dessa forma, saiba mais informações sobre como realizar esse procedimento de forma rápida estando a 4 dias do fim do período. Continue a leitura para mais detalhes!

Conheça a importância da declaração do Imposto de Renda

Celular com app do Imposto de Renda aberto na tela, ao lado dele tem uma calculadora e uma caneta IRPF
Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

Até 10h45 desta segunda-feira (27), 32,58 milhões de contribuintes já haviam entregado a declaração do Imposto de Renda. Sendo assim, espera-se que até o encerramento do prazo, a Receita Federal tenha recebido um número significativamente maior de declarações.

Veja também:

Tesouro Nacional inaugura a primeira 1ª Olimpíada de Educação Financeira para alunos do Ensino Fundamental e Médio

Logo, a declaração pré-preenchida é uma facilidade que o Fisco oferece, a qual permite ao contribuinte iniciar sua declaração com muitos dados já inseridos, bastando verificar e completar as informações restantes. Este tipo de declaração pode ser especialmente útil para quem deseja garantir precisão nos dados e rapidez no processo de envio. Entre as suas vantagens, estão:

  • Redução de erros na declaração causados por digitação incorreta de dados;
  • Agilidade no preenchimento, pois muitas informações já estão predefinidas;
  • Maior chance de receber a restituição nos primeiros lotes, se devida.

Como utilizá-la, afinal?

Desse modo, confira abaixo qual é o passo a passo para utilizar a declaração pré-preenchida do Imposto de Renda afim de acelerar o processo.

  • Preparação: antes de mais nada, tenha em mãos todos os documentos necessários, como informe de rendimentos do empregador e dos bancos;
  • Acesso ao programa: acesse o sistema da Receita Federal e selecione a opção para iniciar uma nova declaração do Imposto de Renda a partir de um formulário pré-preenchido;
  • Revisão dos dados: faça uma revisão minuciosa dos dados já importados pela plataforma e atualize o necessário;
  • Verificação de pendências: utilize a ferramenta de verificação de pendências para certificar-se de que todos os campos necessários foram preenchidos corretamente e que não há erros que possam impedir o envio da declaração;
  • Envio da declaração: finalize revendo todos os dados e proceda com o envio da sua declaração de Imposto de Renda.

Confira o calendário de restituição

Por fim, aqueles que declaram o Imposto de Renda cedo e de forma correta podem esperar receber suas restituições nos primeiros lotes disponibilizados pela Receita. Conheça o calendário previsto para as restituições deste ano:

  • Primeiro lote: 31 de maio;
  • Segundo lote: 28 de junho;
  • Terceiro lote: 31 de julho;
  • Quarto lote: 30 de agosto;
  • Quinto e último lote: 30 de setembro.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com