Todos os anos aumenta o número de contribuintes que são obrigados a declarar o Imposto de Renda. O site da Receita Federal já disponibilizou o programa para download diretamente no site. Contudo, se você tem dúvidas, verifique aqui neste post se você é obrigado a declarar o Imposto de Renda 2019.

Leia também:

Banco Inter e Bradesco fazem empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa.

Confira os horários do expediente dos bancos no Carnaval 2019.

Next, do Bradesco, passa a oferecer programa de Cashback.

Saiba 8 situações em que você é obrigado a declarar o Imposto de Renda

Primeiramente, já é possível começar a organizar os seus recibos e notas fiscais, bem como demais documentos para envio da declaração a partir da próxima segunda-feira (7/3). Você inclusive pode começar a preencher hoje mesmo, mas a Receita Federal vai começar a aceitar o envio a partir de 7 de março e até o dia 30 de abril.

Quem é obrigado a declarar o Imposto de Renda 2019

Confira se você é obrigado a declarar o Imposto de Renda 2019. Ressaltamos que basta se enquadrar em uma das situações descritas abaixo, que já é necessário prestar contas ao Leão.

  • Se você recebeu mais de R$ 28.59,70 de renda tributável. Podem ser consideradas renda tributável rendimentos de aposentadoria, pensões ou aluguel, por exemplo.
  • Ganhou mais de R$ 40 mil isentos, não tributáveis ou tributados na fonte no ano. Por exemplo, indenização trabalhista ou rendimento da caderneta de poupança.
  • Caso você tenha ganho com a venda de bens como imóveis, por exemplo.
  • Se você comprou ou vendeu ações na Bolsa.
  • Se você recebeu mais de R$ 142.798,50 em atividade rural (agricultura, por exemplo) ou ainda tem prejuízo rural a ser compensado no ano-calendário de 2018 ou nos próximos anos.
  • Se possui bens com valor superior a R$ 300 mil.
  • Se você passou a morar aqui no Brasil em qualquer mês de 2018 e ficou aqui até 31 de dezembro.
  • Por fim, se vendeu um imóvel e comprou outro no prazo de 180 dias, utilizando a isenção de IR no momento da venda.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.