Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Afinal, MEI pode solicitar auxílio-maternidade? Confira!

Auxílio-maternidade para MEI: entenda como gestantes podem se beneficiar! Saiba mais sobre elegibilidade e processo.

Para muitos Microempreendedores Individuais (MEI) no Brasil, a possibilidade de receber um salário fixo mensal pode parecer distante, mas é uma realidade acessível sob certas condições.

Esse benefício, dirigido principalmente às gestantes, é uma forma de garantir segurança financeira durante períodos críticos, como a gestação. Saiba mais!

Quem pode receber o auxílio-maternidade?

empreendedora grávida trabalha em mesa de escritório
Imagem: Syda Productions / Shutterstock.com

O benefício de salário fixo, especialmente na forma de auxílio-maternidade, destina-se às MEIs gestantes que atendem requisitos específicos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Para acessar este benefício, é essencial que a empreendedora esteja com suas contribuições previdenciárias em dia, incluindo o pagamento regular do Documento de Arrecadação Simplificado (DAS-MEI) até o dia 20 de cada mês e que tenha cumprido um período mínimo de carência de 10 meses de contribuição após seu registro como MEI.

Como funciona o auxílio-maternidade para MEI?

As regras para adquirir o auxílio-maternidade variam de acordo com cada situação pessoal, seja ela adoção ou gestação natural. Para gestantes, o benefício pode ser solicitado até 28 dias antes da data prevista para o parto.

No caso de mães adotivas, o benefício aplica-se a crianças de até 12 anos e é oferecido pelo período de quatro meses, com base no salário mínimo vigente, que atualmente é de R$ 1.412.

Outros trabalhadores também têm direito ao auxílio-maternidade?

Sim! O auxílio-maternidade não é exclusivo para MEIs ou mulheres gestantes. Trabalhadores sob diferentes regimes de trabalho, como CLT, desempregados ou empregados domésticos, também têm direito a acessar esse benefício.

Adicionalmente, em situações de aborto espontâneo ou natimorto, existem critérios específicos estabelecidos para assegurar o acesso ao auxílio, proporcionando suporte nesses momentos de extrema sensibilidade.

Qual é a importância desse benefício para as MEIs brasileiras?

A implementação do auxílio-maternidade para MEI é uma demonstração clara de como políticas de suporte podem auxiliar na estabilização financeira de empreendedores durante períodos de vulnerabilidade.

Esse benefício não apenas garante um alívio monetário, mas também contribui para a manutenção da saúde empresarial e pessoal durante e após a gestação, fortalecendo o tecido econômico e social do país.

Veja também:

Afinal, gastos com os pets devem ser deduzidos no Imposto de Renda?

Conhecer os direitos e deveres enquanto MEI é fundamental para maximizar os benefícios disponíveis e minimizar qualquer risco de desamparo em momentos críticos. Verificar os requisitos e se manter organizado quanto às obrigações fiscais são passos essenciais para garantir acesso a essas e outras assistências oferecidas pelo governo.

Imagem: Syda Productions / Shutterstock.com