Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Americanas acha solução com ‘gaiolas’ para acelerar logística da empresa

Americanas implementa ‘gaiolas’ para acelerar logística e aumentar eficiência. Saiba como essa inovação melhora as operações.

A Americanas passou por sérios obstáculos financeiros nos últimos meses, causados principalmente por um escândalo contábil que repercutiu negativamente em suas contas. Em janeiro de 2023, veio à tona um déficit de proporções bilionárias em suas finanças, o que impulsionou um dos maiores pedidos de recuperação judicial já vistos no Brasil.

A revelação dessas informações impôs à companhia consequências imediatas, como demissões e o fechamento de lojas, afligindo a estrutura organizacional e o seu fluxo operacional regular. Enquanto os balanços continuam a ser liberados com atrasos e faltam as auditorias necessárias, a Americanas busca maneiras de se reestruturar e seguir em frente.

As “gaiolas” como estratégia de recuperação

Fachada de uma loja da Americanas dentro de um shopping center.
Imagem: rafapress / shutterstock.com

Em meio a esse tumultuado panorama, um investimento estratégico surgiu para alavancar a agilidade da logística da empresa: as gaiolas, ou rolltainers, que se mostram essenciais na otimização dos processos de descarga e abastecimento dos produtos nas lojas. Esses carros, que de fato lembram pequenas gaiolas de metal, revolucionaram o método pelo qual as mercadorias são transportadas e manipuladas.

O projeto Pit Stop, nome dado à inovação na logística, se inspirou nas rápidas e eficientes paradas de pit stop da Fórmula 1. Com a adoção dessas “gaiolas”, o tempo de descarga nas lojas foi reduzido drasticamente, chegando a marcas impressionantes de até 15 minutos em alguns casos.

Uma comparação interessante que evidencia a eficiência dessas unidades é que cada uma comporta o equivalente a 35 mil KitKats!

Qual o futuro logístico da Americanas com o uso das gaiolas?

Essa transformação logística não só agiliza o processo de abastecimento, como também melhora a experiência nas lojas físicas ao minimizar os riscos de ruptura de estoque. Luiz Bentes, Diretor de Logística da Americanas, comenta que o projeto fortaleceu o foco no bom desempenho das lojas, essencial para sustentar e impulsionar as vendas.

O sucesso do piloto do projeto Pit Stop, que foi inicialmente testado em diversos estados como Rio Grande do Sul e São Paulo, justamente nos períodos de alta sazonalidade como Natal e Páscoa, pondera positivamente sobre a capacidade de recuperação da empresa.

Veja também:

Afinal, Novo Ensino Médio pode modificar os pagamentos do Pé-de-Meia?

Já iniciado em junho de 2023 em todas as lojas do país, espera-se que essas mudanças sejam apenas parte de um conjunto de estratégias maior para resgatar a estabilidade e prosperidade da Americanas.

Imagem: Jair Ferreira Belafacce / shutterstock.com