Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Americanas é SUSPENSA e preocupa clientes; entenda o que aconteceu

Americanas (AMER3) suspensa: entenda o porquê da decisão e saiba como fica a situação da empresa após a medida.

A Americanas (AMER3) foi suspensa do Novo Mercado pela Bolsa de Valores brasileira (B3). Isso mesmo: a B3 surpreendeu o mercado financeiro ao anunciar a suspensão por tempo indeterminado da empresa, uma medida inédita em resposta ao descumprimento de contratos privados estabelecidos entre a bolsa e as empresas de capital aberto.

Assim, a decisão representa um marco na história do mercado acionário brasileiro, trazendo preocupações e questionamentos por parte dos investidores e analistas. A seguir, vamos explicar o porquê da decisão e como ficam as ações da Americanas após a suspensão. Continue lendo!

Americanas (AMER3) suspensa na B3: entenda o porquê da decisão

Loja Americanas com as portas fechadas.
Imagem: Leonidas Santana/shutterstock.com

A decisão da B3 foi motivada pela constatação de violações em quatro pontos cruciais do contrato privado com a Americanas. Nesse sentido, a bolsa identificou algumas falhas. Entre elas, problemas na existência e eficácia da área de auditoria interna, controles internos, e observância da política de gerenciamento de riscos.

Veja também:

Aniversário de 3 anos do PIX: Banco Central anuncia programação para comemorar data

Além disso, a bolsa encontrou falhas na avaliação diligente das informações trimestrais e demonstrações financeiras da empresa. Assim, a penalização inclui multas expressivas para os executivos envolvidos, destacando-se o valor de R$ 395 mil para cinco membros da diretoria, conselho de administração e comitê de auditoria, e R$ 263,3 mil para outros 17 administradores.

Possui ações da Americanas? Veja como ficam os títulos

Embora as ações da Americanas permaneçam listadas e negociáveis, a impossibilidade de utilizar o selo identificativo do Novo Mercado representa um revés significativo para a empresa. A B3 já havia retirado as ações da Americanas e seus índices, o que impactou negativamente seu valor de mercado.

Atualmente, os papéis da varejista estão cotados a R$ 0,82, com uma depreciação de 2.38% nas últimas 24 horas. Para restaurar sua posição no Novo Mercado, a Americanas terá que apresentar alguns documentos.

Entre eles, demonstrações financeiras auditadas sem ressalvas, recomendações de auditores para melhorias nos controles internos, divulgações financeiras pendentes e o parecer do comitê independente encarregado do caso.

Imagem: Leonidas Santana / shutterstock.com