Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Após tragédia no RS: Lula autoriza importação de arroz; saiba mais

Governo federal autoriza que Conab importe arroz para evitar escassez após alagamentos no Rio Grande do Sul

Diante dos desafios impostos pelos alagamentos no Rio Grande do Sul, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) recebeu autorização federal para importar até 1 milhão de toneladas de arroz. Assim, essa ação visa a recomposição dos estoques públicos e garantir o suprimento em regiões críticas do país, diretamente afetadas pela escassez temporária do produto.

Dessa forma, a estratégia inclui a importação de arroz, seja beneficiado ou em casca, através de leilões públicos com precificação de mercado. Assim, o foco está na venda prioritária a pequenos varejistas das regiões metropolitanas, facilitando o acesso ao cereal sem a necessidade de leilões em bolsas de mercadorias ou licitações públicas para transações diretas.

Importação de arroz

De acordo com o presidente da Conab, Edegar Pretto, em recente entrevista à CNN, a medida vem para atender pontualmente as regiões que tradicionalmente não produzem arroz, como o Norte, Nordeste e Sudeste do Brasil. 

Assim, a medida evita que flutuações de preço por conta de especulação prejudiquem o abastecimento nesses locais. A priorização de compra do arroz advindo do Mercosul, beneficiada pela isenção na tarifa de importação, também assegura que o cereal adquirido estará alinhado ao tipo consumido no Brasil.

arroz
imagem: Suwan Wanawattanawong / shutterstock.com

Solução para crise imediata de abastecimento

Portanto, a seleção do arroz do Mercosul devido à similaridade com o produto nacional não só favorece a adequação ao paladar do consumidor brasileiro como também aproveita as vantagens comerciais de um imposto de importação nulo. Assim, essa abordagem estratégica garante não apenas a satisfação do consumidor mas também a estabilidade do mercado interno.

Veja também:

Brasileiros ainda não fizeram o saque de R$ 8,02 bilhões de valores a receber

Enfim, com essas ações, a Conab e o governo federal buscam não apenas resolver a crise imediata de abastecimento, mas também manter o equilíbrio e a saúde da economia agrícola nacional. As medidas tomadas para esta situação evidenciam um planejamento cuidadoso para garantir que, mesmo em situações adversas, a população tenha garantia de acesso a alimentos básicos como o arroz.

imagem: Suwan Wanawattanawong / shutterstock.com