Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Auxilio Brasil: Governo recua e não pagará R$ 400

0

Nesta quarta-feira (29), o Ministério da Cidadania afirmou que o governo não pagará o adicional que havia prometido aos beneficiários do Auxílio Brasil que, em novembro, receberam um valor menor que R$ 400. Os beneficiários esperavam que o valor fosse pago ainda no mês de dezembro.

É provável que você também goste:

Uber Eats vai deixar de entregar refeições de restaurantes; entenda a mudança

Mercado Livre libera DESCONTAÇO com frete grátis em nova campanha

Auxílio permanente de R$ 1200 confirmado?

Em nota, o Cidadania explicou que “a Medida Provisória nº. 1.076/2021, que instituiu o pagamento do Benefício Extraordinário do PAB a partir deste mês, prevê a prorrogação do benefício entre janeiro e dezembro de 2022, observada a disponibilidade de orçamento”.

“Pelo texto, poderão ser atendidas as famílias contempladas nas folhas de pagamento desses respectivos meses. Portanto, pela legislação em vigor, não há previsão de pagamento retroativo desse benefício”, disse a pasta em nota”, completou.

Ainda na manhã de ontem (29), o ministro da Cidadania, João Roma, chegou a dizer a jornalistas que o governo estava estudando a possibilidade do pagamento retroativo.

Roma disse: “Nós estamos estudando ainda como manejar com a margem desses recursos para que possamos fazer algum complemento em relação ao que deveria se iniciar em novembro”.

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil terá 3 modalidades, são elas: Benefício Primeira Infância, Benefício Composição Familiar e Benefício de Superação da Extrema Pobreza. Veja:

  • Benefício Primeira Infância: Beneficia famílias com crianças com até 36 meses incompletos.
  • Benefício Composição Familiar: Destinado a jovens de 18 a 21 anos incompletos, buscando incentivar esse grupo a concluir ao menos um nível de escolaridade básico.
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: Se mesmo recebendo os benefícios anteriores a renda per capita familiar não for o suficiente para sair da extrema pobreza, a família receberá um apoio financeiro sem limitações considerando a quantidade de integrantes do núcleo familiar.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -