Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Auxílio de R$ 350 tem prazo PRORROGADO; veja como receber este dinheiro

Para pedir que o prazo do auxílio seja prorrogado, o usuário terá que se atentar aos critérios. Saiba mais!

O Governo de Goiás prorrogou o prazo de pagamento do Aluguel Social para famílias com pessoas com deficiência ou dentro do espectro autista. Atualmente, cerca de 40 mil famílias estão no programa Pra Ter Onde Morar, que recebem o auxílio mensal de R$ 350 e o utilizam para arcar com as despesas com a locação de imóveis na região.

Normalmente, o prazo de pagamento do auxílio prorrogado pelo governo estadual é de 18 meses. Além de pessoas com deficiência, moradores que estão com o nome negativado, idosos, bolsistas, vítimas de violência doméstica, beneficiários de programas sociais do estado, entre outros, recebem o benefício. Saiba mais a seguir.

Prazo do auxílio de R$ 350 prorrogado: como vai funcionar?

Nesse sentido, o beneficiário terá a partir do primeiro dia, após o recebimento da quinta parcela, para solicitar a prorrogação do prazo de pagamento do auxílio. Ademais, precisará levar em conta o período de até 60 dias, antes da data do término do benefício, sendo o dia do pagamento da décima oitava parcela de R$ 350

Veja também:

Mulheres ganharão benefício importante do governo; entenda

Ainda, de acordo com o Governo de Goiás, haverá exceção tanto para os ex-beneficiários desligados até a publicação do edital (06/11) quanto para os contemplados que possuem auxílios que serão finalizados nos próximos 60 dias. Cabe destacar que ambos terão o prazo estendido por mais dois meses para solicitar a prorrogação.

Mão estendida para receber notas de 100 reais
Imagem: Andrzej Rostek / shutterstock.com

Para comprovar que realmente pode ter o prazo do auxílio prorrogado, a pessoa deverá apresentar laudo médico ou relatório que comprove a deficiência com CID ou o transtorno do espectro autista, com validade de até 60 dias. Além disso, terá que entregar folha resumo do CadÚnico e comprovante de residência atualizados.

Quais os critérios do programa ‘Pra Ter Onde Morar’?

Por fim, para receber o auxílio de R$ 350, o interessado precisa morar de aluguel, não ter propriedade própria, estar com CadÚnico atualizado e residir há, no mínimo, 3 meses na região. Além disso, é necessário se encaixar em um dos critérios listados abaixo:

  • Morar em uma casa improvisada;
  • Estar negativado no SPC/Serasa;
  • Estar superendividado;
  • Ser vítima de violência doméstica;
  • Ser pessoa idosa;
  • Ter alguma deficiência;
  • Ser de família em que a mãe ou o pai é o chefe;
  • Ter se inscrito para conseguir imóvel de programa habitacional em Goiás e não ter sido beneficiado;
  • Ter se inscrito em programas sociais de Goiás;
  • Ser bolsista do Programa Universitário do Bem (ProBem);
  • Estudar na Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Imagem: Ilton Rogerio de Souza / shutterstock.com