Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Valor do novo auxílio emergencial não cobre nem a metade da cesta básica, diz Dieese

Confira os valores da cesta hoje e os depósitos feitos pelo governo.

0

Os novos pagamentos do Auxílio Emergencial iniciaram nesta terça-feira (6). Dessa vez, o governo deposita valores de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375, a depender da situação de cada beneficiário. O maior benefício é destinado a mães solteiras. Porém, de acordo com o Dieese, os R$ 250 que a maioria dos brasileiros vai receber não pagam nem metade da cesta básica em diversos estados do país, que pode custar até R$ 640. Saiba mais a seguir.

É provável que você também goste:

Banco Inter comemora 10 milhões de clientes e oferece mimos em troca de indicações

Governo do RS cria auxílio emergencial estadual. Veja os critérios para receber

Cuidado: Caixa Tem é bloqueado com a troca de smartphone

Valor do novo auxílio emergencial não cobre nem a metade da cesta básica, diz Dieese

De acordo com as informações, hoje são gastos R$ 8,33 por dia com a cesta básica, pouco mais de R$ 2 para cada integrante de uma família de quatro pessoas. Com esse valor, é possível comprar 13 produtos que fazem parte da cesta. Para o diretor-técnico do Dieese, Fausto Júnior, considerando a inflação, os alimentos subiram mais de 15% no espaço de um ano, mas alguns alimentos ficaram ainda mais caros.

“Foi o caso do arroz, do feijão, do óleo de soja. Então, quando a gente pega elementos muito básicos da cesta básica dos trabalhadores em geral, os próprios R$ 250 não compram a mesma quantidade de alimentos que compravam há um ano. Isso é muito aquém da necessidade para manutenção de uma segurança alimentar, que deveria ser o objetivo do auxílio emergencial”, explicou.

Número de beneficiários também diminuiu; confira o calendário para 2021

Por fim, de acordo com o Ministério da Cidadania, o governo federal tem trabalhado para estabelecer uma rede de proteção para a população mais vulnerável. Para isso, busca adotar as medidas necessárias para que a nova rodada do auxílio alcance a população mais carente, sendo que o objetivo é atender ao maior número de pessoas.

Neste ano, porém, o número de beneficiários também caiu, passando de quase 70 milhões de pessoas a 45,6 milhões. Confira o calendário de pagamentos completo:

calendário do auxílio emergencial
Imagem: Ministério da Cidadania

Então, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Basta seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: Andrzej Rostek / Shutterstock

Comentários
Carregando...