Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Avaliação psicológica obrigatória para renovar CNH está sendo discutida

Um projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados prevê a obrigatoriedade de avaliação psicológica para renovar a CNH. Confira!

Um importante pode aumentar ainda mais a dos condutores . Isso se deve a uma discussão na Câmara dos Deputados sobre a obrigatoriedade da realização de uma avaliação psicológica dos motoristas, que ocorreria ao renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O autor dessa proposta é o senador Davi Alcolumbre (União-AP) e o projeto terá como relator o também senador Fabiano Contarato (PT-ES). Saiba mais informações sobre essa nova e como está a sua tramitação a seguir.

Projeto prevê avaliação psicológica obrigatória ao renovar CNH

Mão segurando CNH
Imagem: rafapress / Shutterstock.com

A proposta quer ampliar a obrigatoriedade da avaliação psicológica para todos os condutores que precisarem renovar a CNH. Trata-se do Projeto de Lei do Senado (PLS) 98/2015, que alterar o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) nesse sentido.

A Comissão de Constituição e (CCJ) da Câmara dos Deputados já aprovou a proposta. Logo, isso possibilita que o plenário dessa Casa do Congresso Nacional continue com as análises entre os seus parlamentares.

Veja também:

Governo distribui R$ 8 milhões para benefício de mais de 4.000 brasileiros; veja como receber

Qual é a prática atual?

A avaliação psicológica só é obrigatória para aqueles que estão tirando a CNH pela primeira vez. Ainda, aqueles que utilizam para atividades remuneradas também devem passar por esse . Como justificativa do projeto, Davi Alcolumbre destaca que as condições psicológicas dos condutores podem mudar ao longo dos anos desde a realização dessa avaliação na primeira CNH.

Já o relator, que possui experiência na Delegacia de Delitos de Trânsito do Estado do Espírito Santo, diz que essa é uma que complementa a outras estratégias, como as punitivas e as educacionais. Ademais, Contarato ainda afirma que casos de estresse no tumultuado tráfego brasileiro são frequentes.

Desse modo, casos, como ansiedade, depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia, entre outros, acabam prevalecendo nessas situações. Para os senadores, isso demonstra a importância de estender a avaliação psicológica para todos os condutores ao renovar a CNH.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com