O Banco Barigui mudou de nome para Banco Bari e anunciou nesta quarta-feira uma inovação que vai dar o que falar. Agora, a antiga financeira que recebeu aval do Banco Central para virar um banco múltiplo, vai ser um banco digital e vai lançar o primeiro cartão de crédito com imóvel como garantia e limite de até R$ 1 milhão do Brasil. Saiba mais.

É provável que você também goste:

Congresso aprova bonificação de peritos para pente-fino do INSS

C6 Bank não está para brincadeira e lança CDB que rende muito mais que a NuConta

Banco Bari: o primeiro cartão de crédito com limite de até R$ 1 milhão

Em 2018, a Barigui Promotora de Crédito anunciou uma fusão com a Novi Soluções Financeiras. Que tinha uma carteira de R$ 300 milhões em crédito imobiliário. A intenção das empresas era ampliar o volume de crédito de home equity originado. Ou seja, utilizando também os 800 parceiros comerciais da Novi e alcançando mais clientes nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, e do Sul, onde a empresa já atuava fortemente.

“A mudança do nome vem muito mais no sentido de adotar um nome mais fácil de ser pronunciado e de ser conhecido, absorvido, a nível nacional, além de marcar a criação do cartão”, explica o presidente do Banco Bari, Rodrigo Pinheiro.

Agora, o Banco Bari já começa com uma carteira de R$ 800 milhões em home equity. Trata-se de uma modalidade de crédito de altíssimo potencial no Brasil. A meta é ousada, e pretende atingir R$ 1 bilhão nos próximos dois anos.

Nos EUA, o Home Equity já é largamente utilizado, e corresponde a cerca de 70% do PIB. Aqui no Brasil, ao contrário de lá, temos muito mercado a ser explorado. Ou seja, o crédito imobiliário equivale a apenas 10% do PIB, ou cerca de R$ 600 bilhões.

Como vai funcionar o cartão de crédito com limite de até R$ 1 milhão?

O Bari card, que foi lançado em parceria com a Elo, pode ter um limite de até R$ 1 milhão para quem possui um imóvel avaliado em mais de R$ 2 milhões. O valor do limite corresponde a até 50% do valor do bem usado como garantia.

“Uma das grandes vantagens do produto [em relação ao empréstimo tradicional com imóvel como garantia] é que o cliente pode usá-lo aos poucos e sem necessariamente entrar, efetivamente, no crédito, pagando, por exemplo, a fatura no vencimento”, frisa Pinheiro. Essa forma de uso pode atender principalmente pessoas que precisam fazer uma compra mais cara, como um carro ou equipamentos para um negócio, e também de mais prazo do que normalmente oferecido em outras modalidades.

Portanto, se o cliente desejar, poderá também sacar até 90% do limite do cartão. Dessa forma, contratando uma operação de crédito com parcelamento de até 120 meses (10 anos).

Taxas menores no Banco Bari

Para parcelamentos de até R$ 30 mil, a taxa mensal será de 1,99% ao mês. Entretanto, para valores acima disso, o cliente poderá realizar uma operação de home equity. Contudo, dentro do limite de crédito disponível, com taxas a partir de 1,09% + IPCA, variando conforme o tipo do imóvel.

Cabe ressaltar que são taxas bem menores do que a média de 8,9% ao mês do cartão de crédito comum, segundo dados do BC. Também fica abaixo do recentemente lançado cartão de crédito consignado, de cerca de 3% ao mês.

Para solicitar o Bari Card, basta entrar no site do Banco Bari. Os primeiros 100 interessados terão alguns benefícios, embora que não tenham sido detalhados pela empresa. Qualquer pessoa que seja proprietária de um imóvel (apartamento, casa, terreno, entre outros) está apta a obter esse crédito, desde que tenha renda comprovada e capacidade de pagamento da dívida. Neste primeiro momento, podem buscar o produto pessoas das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Via Gazeta do Povo