O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni informou que a ajuda emergencial (coronavoucher) de R$ 600 a ser paga a informais durante três meses da epidemia do novo coronavírus será paga pelos 4 bancos estatais: Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Banco da Amazônia (Basa) e Banco do Nordeste (BNB). Agora, com a aprovação pelo Senado, a Presidência vai editar um novo decreto estipulando as regras e critérios para o recebimento, e uma nova medida provisória abrindo crédito extraordinário no Orçamento.

É provável que você também goste:

Bolsa Família poderá aumentar para até R$ 1500,00.

Itaú já prorrogou mais de 140 mil empréstimos e outras linhas de crédito.

Governo Federal amplia Bolsa Família para mais de 14 milhões de famílias

BB, Caixa, Basa e BNB vão pagar coronavoucher usando solução tecnológica

“O mais importante é darmos agilidade e segurança”, foi o que disse o ministro da Cidadania, pedindo que as pessoas não corram ainda para os bancos.

Solução tecnológica

Onyx Lorenzoni, também afirmou que os trabalhadores informais que estão à margem de qualquer cruzamento de dados do governo contarão com uma “solução tecnológica” para recebimento dos 600 reais de auxílio a autônomos.

Dessa forma, os elegíveis ao benefício serão procurados pelo governo não somente através do banco de dados do Cadastro Único. O governo vai usar também  “informações dadas em sistema que será anunciado em breve”.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Ufuk ZIVANA via shutterstock