boletos

A partir de sábado (13), os boletos bancários de R$ 100,00 ou mais poderão ser pagos em qualquer banco. Até mesmo os que o vencimento já tenha ocorrido. Isso porque as cobranças já deverão estar registradas pelas instituições financeiras na Nova Plataforma, que foi desenvolvida pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

Leia mais:

MFS anuncia que Conta Zuum será descontinuada.

Como conseguir ‘empréstimo’ rápido e sem análise de crédito.

4 formas de pagar qualquer boleto pelo cartão de crédito.

A inclusão e o processamento dos boletos no sistema permitirão que cerca de 3 bilhões de documentos sejam incorporados na base de dados. Isso equivale a 75% do total emitido no país por ano.

O pagamento de valores abaixo de R$ 100,00 deverão ser implementados até o dia 27 de outubro. Já em relação às cobranças de cartão de crédito e as doações deverão estar inseridas até o dia 10 de novembro.

E se os boletos não forem aceitos?

Os clientes que tiverem seus boletos a partir de R$ 100,00 não registrados na base de dados e que forem rejeitados pelas instituições financeiras deverão procurar o beneficiário (emissor da cobrança), para quitar o débito.

A Nova Plataforma, segundo a Febraban, evita que o consumidor faça, por engano, o pagamento de algum documento já pago. Além disso, o número de fraudes também deverá ser reduzido. Até porque as cobranças deverão conter informações do emissor e do pagador.

A Febraban também disse que o comprovante de pagamento será mais completo. Ou seja, apresentará todos os detalhes do boleto, como juros, multa e desconto. Assim como o CPF ou o CNPJ do emissor e do pagador.

Gostou da notícia?

Nos siga no FacebookTwitter e Instagram para assim continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Sobre o autor Ver todos os posts Site

Luiz Felipe Kessler

Entusiasta de fintechs e tudo o que a tecnologia proporciona de facilidades em nossas vidas.

Fundador do Seu Crédito Digital e do Optclean Tecnologia.

Comentários no Facebook