Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Bolsonaro detona quem não gosta do valor do auxílio emergencial

O presidente Jair Bolsonaro, em conversa com apoiadores, afirmou, nesta sexta-feira (28), que o auxílio emergencial não é uma aposentadoria e que pretende estender ao menos até o fim do ano “com uma importância menor do que R$ 600”.

É provável que você vá gostar:

O MEC distribui livros GRÁTIS do Projeto Conta pra mim pelo WhatsApp?

Auxílio emergencial de R$ 600 cai para R$ 300 e Renda Brasil pode ser menor ainda

Banco Pan libera empréstimo na hora por meio do aplicativo

Bolsonaro detona quem não gosta do valor do auxílio emergencial

“Tem cara já reclamando, o tempo todo assim. Isso não é aposentadoria, é uma ajuda emergencial. Eu sei que é pouco para quem recebe, mas ajuda, pô, é melhor do que nada”, disse o presidente.

Em seguida, um apoiador agradeceu pela ajuda do auxílio e disse que o presidente tinha que “agradecer a Deus” pelo o que ele faz, e o presidente respondeu: “Agradeço todo dia. E peço ajuda para carregar essa cruz porque está pesada”.

Anúncio pode sair hoje

O governo tenta fechar o valor ainda hoje do auxílio emergencial. Bolsonaro recebeu uns técnicos da economia, mas ainda não definiu o formato do anúncio.

De acordo com um auxiliar do governo, mesmo que o presidente tenha pedido mais estudos para aprovar o programa Renda Brasil, o foco das discussões de hoje está na definição do auxílio.

Em sua fala de hoje, o presidente lembrou que o auxílio emergencial de R$ 600 custa aos cofres públicos R$ 50 bilhões por mês e, por isso, tem que ser reduzido. Contudo, o presidente gostaria de conseguir uma parcela de R$ 300 e quer ouvir a equipe econômica e seus argumentos antes da definição.

É provável que você vá gostar:

Assaí Atacadista vai premiar R$ 1000/mês e vale-compras para pequenos empreendedores.

Enfim, gostou da nossa matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Marcelo Chello/Shutterstock.

Comentários
Carregando...