Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Bolsonaro quer ampliar isenção do IRPF para R$ 3 mil por mês

No entanto, a promessa de campanha de Bolsonaro era isentar quem recebesse até R$ 5 mil por mês.

0

Embora não vá cumprir a promessa de campanha, que colocava o teto de isenção do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) para quem recebe até R$ 5 mil por mês, o presidente Jair Bolsonaro anunciou o aumento do limite neste ano. De acordo com o presidente, a decisão está na reta final. O teto da isenção do IRPF deve passar dos R$ 1.903,99 para quem ganha até R$ 3.000 mensais em média, ou seja, deve ter um reajuste de 57,6%.

É provável que você também goste:

Bolsonaro diz que quer reduzir imposto federal sobre combustíveis

Será que o MEI precisa declarar Imposto de Renda em 2021?

Bolsonaro diz que uma segunda rodada do auxílio emergencial “vai quebrar o Brasil”

Bolsonaro quer ampliar isenção do IRPF para R$ 3 mil por mês

Está na reta final para ver se a gente passa o limite do Imposto de Renda para R$ 3.000. O Tostes (Secretário Especial da Receita Federal), na Receita, que faz as projeções. Quem paga Imposto de Renda nessa faixa, quando chegar em março e abril do ano que vem, ele tem nota fiscal, ele recupera tudo de volta. Se a gente pode evitar essa mão de obra enorme para a Receita, para o cara que às vezes tem que procurar um vizinho, um filho, tem dor de cabeça para fazer essa declaração do Imposto de Renda, passa o limite (da isenção do IRPF) para R$ 3.000. Para mim, o ideal seria R$ 5.000, mas aí o impacto é muito grande. Mas se tá em R$ 2.000 e passa para R$ 3.000, já começa a sinalizar, realmente, uma desburocratização”.

Jair Bolsonaro

Anteriormente, Bolsonaro disse que aumentaria o teto da isenção do IRPF para R$ 2.000, mas atualmente disse que poderá ampliar um pouco mais este número. Além disso, o presidente garante que o novo teto valerá já para a declaração deste ano.

Vale lembrar que há uma defasagem histórica no teto de isenção do IRPF. Desde 1996, a defasagem atingiu 95,46%, segundo o Sindicato dos Auditores da Receita Federal. Se corrigida a defasagem pela inflação nos últimos anos, a isenção do IRPF atual deveria estar no teto de R$ 3.689,94 por mês em média, relativo aos ganhos do ano de 2019.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais através do Facebook, Twitter e Instagram. Assim você fica por dentro de tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo das fintechs.

Imagem: Leonidas Santana / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...