Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

C6 Bank libera reconhecimento facial para transações no aplicativo

0

O C6 Bank passou a contar com uma camada adicional de proteção para transações realizadas no aplicativo. Agora, o app pode solicitar que o cliente exiba o rosto para que a autenticação por biometria facial seja realizada e a transação, efetuada. Essa camada adicional de proteção é acionada de acordo com regras pré-estabelecidas pelo banco, que reúnem uma série de variáveis.

A medida foi adotada para aumentar a segurança dos clientes. Com a ferramenta de autenticação baseada em risco, o C6 Bank pode acionar a biometria facial, tecnologia que usa a câmera do celular para fazer o reconhecimento da face do usuário, em transações como TED, TEF, Pix e pagamentos de valores.

É provável que você também goste:

C6 Bank: como fazer depósito na conta bancária

Como investir em criptomoedas no C6 Bank

C6 Consignado: conheça o empréstimo do C6 bank e veja como solicitar

C6 Bank adota reconhecimento facial como medida de segurança

Se um rosto diferente ao do dono da conta for exibido na biometria, o app será desativado permanentemente naquele aparelho. “Alguém pode estar com o aparelho roubado e ter obtido a senha do app e a senha transacional, mas não conseguirá fazer movimentações na conta”, explica José Luiz Santana, head de cibersegurança do C6 Bank.

Pesquisa Ipec/C6 Bank, realizada em outubro de 2021, apontou que um em cada cinco brasileiros salva senhas pessoais no bloco de notas do celular. Sequências numéricas (como 1234 ou 123456) já foram cadastradas por 10% das pessoas no campo palavra-passe e 17% já escolheram a data do aniversário como senha.

O C6 Bank investe constantemente na segurança de seu aplicativo. Desde a fundação do banco, a equipe de segurança da instituição participa de todas as etapas de desenvolvimento de cada produto e funcionalidade inseridos no app, da concepção à entrega.

Ferramentas que garantem segurança do cliente

Já no processo de abertura de conta, a biometria facial é usada para comprovar a autenticidade do dono da conta. O banco solicita que a pessoa cadastre seu rosto, escaneie seu documento e forneça dados pessoais. A partir do cruzamento dessas informações, o C6 Bank confere se o cliente é ele mesmo.

Caso a confirmação não aconteça automaticamente, emite-se um sinal de alerta e o processo de abertura de conta é interrompido até que a inconsistência seja checada. A biometria facial é acompanhada do recurso liveness (prova de vida), o que permite à instituição entender se a pessoa que está solicitando a abertura da conta é mesmo uma pessoa segurando o celular, e não uma foto, por exemplo.

O banco também impõe barreiras de segurança para impedir que um terceiro consiga acessar a conta do cliente. O C6 Bank foi o primeiro banco do país a adotar a biometria facial para autorizar que o app seja usado em um determinado dispositivo. Por meio de um processo chamado ativação de dispositivo seguro, o banco pede que o cliente digite a senha de acesso de seis dígitos e faça um reconhecimento facial sempre que acessar o app do banco pela primeira vez com um celular novo.

Em caso de roubo ou perda do celular com o app do C6 Bank instalado, é possível bloquear o aplicativo do banco em poucos minutos ligando para a central de atendimento (no número 3003 6116, para capitais e regiões metropolitanas, ou 0800 660 6116, para demais localidades). É preciso digitar o CPF e a senha de seis dígitos usada para acessar o app.

Depois de fazer isso, o cliente imediatamente ouvirá a seguinte mensagem: “caso seu celular ou cartão do C6 tenha sido perdido ou roubado, digite 5”. Após digitar 5, o aplicativo e o cartão serão automaticamente bloqueados e a ligação será redirecionada para um atendente humano.

Já no caso de perda ou roubo do cartão de crédito, o C6 Bank também permite que o cliente bloqueie o cartão para uso no próprio aplicativo do banco. Basta ir até a seção “Cartões” no app e ativar o modo “bloqueado” no campo que vem logo abaixo da imagem dos cartões, ao lado do cadeado. Mais tarde, se o cliente encontrar ou recuperar o cartão, por exemplo, e desejar desbloqueá-lo, basta acessar a mesma seção e fazer o desbloqueio ali mesmo, na hora.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Postmodern Studio / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar