A Caixa Econômica Federal está cobrando R$ 10,00 do auxílio emergencial de quem fizer mais de 2 saques por mês. A Caixa possui contratos com a administradora de cartões de créditos e já recebe por isso. Entretanto, ainda está cobrando essa taxa dos beneficiários. A informação é do Bom Dia MS, da TV Morena, filiada à Rede Globo.

É provável que você também goste:

Bolsa Família: Quase 3 milhões de beneficiários não vão receber mais o auxílio emergencial

Banco Inter oferece até R$ 200 de desconto e 10% de cashback no Carrefour

Começa hoje (17) o pagamento da sexta parcela do auxílio emergencial de R$ 300

Caixa cobra R$ 10 em saques do Auxílio Emergencial

O benefício Auxílio Emergencial foi criado pelo governo federal para o enfrentamento da crise ocasionada pelo novo coronavírus. Até o momento, o valor era de R$ 600 agora passará a ser de R$ 300 até dezembro de 2020.

A Caixa confirmou que se passar de 2 saques por mês de fato é cobrada a taxa. Todavia, apesar disso, o banco só permite que o beneficiário faça no máximo 3 saques ao mês. A informação consta no site oficial do Caixa. “Transferências para outros bancos (até 3 por mês)”.

Mercado Pago também cobra taxas do auxílio emergencial

Outra empresa que cobra taxas do auxílio emergencial é o Mercado Pago BR. É cobrada uma taxa para adicionar o dinheiro do auxílio emergencial à conta.

“Sim, eles estão se aproveitando de um momento de crise pra pegar uma parte do auxílio de todos que quiserem transferir para o Mercado Pago e aumentarem sua receita”, denunciou um beneficiário pelo Twitter.

No caso do benefício dobrado pago às mães solteiras, de R$ 1.200, a cobrança é de R$ 9,60. Já para o Saque Emergencial do FGTS, de até R$ 1.045, a taxa pode chegar a R$ 8,36.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Fonte: MS Notícias

Imagem: Brenda Rocha via shutterstock</

Sobre o Autor

Eduardo Mendes

Cofundador

Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. CoFundador do site Seu Crédito Digital.

Ver todos os artigos