Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Carência de 180 dias em empréstimos liberada para aposentados e pensionistas; saiba mais

Carência de 180 dias em empréstimos agora disponível para aposentados e pensionistas. Descubra como aproveitar essa nova condição.

Carência de 180 em empréstimos liberada: Em resposta aos severos impactos das enchentes no Rio Grande do Sul, uma proposta legislativa prevê uma medida de alívio substancial para aposentados e pensionistas afetados pela catástrofe natural.

Este importante debate ocorrerá na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), onde será discutido o Projeto de Lei (PL) 815/2024, proposto pelo senador Paulo Paim (PT-RS). A sessão está agendada para a próxima quarta-feira, 10, às 9 horas. O foco do projeto é permitir a suspensão temporária do pagamento de empréstimos, inclusive créditos consignados, por um período de 180 dias.

Essa suspensão também se estenderia para servidores públicos federais e seus pensionistas no estado, além de incluir beneficiários de outros auxílios federais, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC), conforme adições recentes feitas pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

Carência de 180 em empréstimos liberada: quem será beneficiado?

uma mão entregando notas de 100 para outra, representando empréstimos
Imagem: Andrzej Rostek / shutterstock.com

A senadora Zenaide Maia (PSD-RN), relatora da proposta, destacou em seu parecer que esta medida emergencial beneficiará diretamente aqueles que recebem benefícios de valores não muito elevados. Segundo ela, o valor médio dos benefícios assistenciais é de aproximadamente R$ 1.863,38 para urbanos e R$ 1.415,06 para rurais.

Diante dessa realidade, fica claro o desafio enfrentado por essas pessoas para cobrir despesas essenciais no dia a dia, situação ainda mais grave devido à calamidade resultante das enchentes.

Como solicitar a suspensão do pagamento?

Zenaide propôs um substitutivo ao projeto inicial que permitiria a quaisquer aposentados, pensionistas e beneficiários do BPC, além de integrantes de programas de transferência de renda federais, solicitarem a suspensão dos pagamentos.

Para isso, seria necessário apenas apresentar um requerimento até o fim de dezembro de 2024 às instituições financeiras credoras. Após esta solicitação, os pagamentos ficariam suspensos pelos próximos 180 dias.

Proposta de apoio emergencial busca fortalecer a segurança financeira durante crises

O plano visa proporcionar um respiro financeiro temporário, possibilitando que esses cidadãos tenham um recurso adicional para reconstruir suas vidas e enfrentar o período de adversidades com um pouco mais de segurança financeira.

Veja também:

Garanta 15% de cashback comprando créditos no iFood ou Uber

Além deste projeto, outros temas estarão em pauta na CAS, como a validação sindical necessária na demissão de empregados longevos e a garantia de cobertura de salário-maternidade, todos consistentes com as preocupações contínuas em proteger e auxiliar os cidadãos brasileiros em situações vulneráveis.

Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com