Muitas vezes, o consumidor se assusta ao ter seu cartão de crédito bloqueado por atividade suspeita, mas aparentemente sem motivo. Mesmo sem ser roubado ou clonado o cartão pode ser bloqueado pela própria administradora do cartão. Mas porque isso acontece e, principalmente, quando acontece? Confira porque você teve seu cartão de crédito bloqueado pelo seu próprio uso, e saiba como resolver o problema.

Primeiramente, saiba que provavelmente o motivo de você ter tido seu cartão de crédito bloqueado por atividade suspeita ocorreu porque o banco quis impedir um ladrão de gerar despesas fraudulentas no seu cartão. Mas o que acontece quando eles confundem você com o ladrão? As empresas de cartão de crédito estão sempre luta contra as fraudes, contando com um sofisticado software para sinalizar transações suspeitas.

Mas alguns comportamentos, muitas vezes do próprio consumidor, pode acionar o sinal vermelho à operadora de crédito, que por sua vez faz um bloqueio temporário do cartão. E esse comportamento suspeito pode ser apenas uma compra comum feita pelo próprio titular. De repente, seu cartão é recusado bem no momento de pagar a conta do happy hour com a galera do trabalho, e lhe faz passar vergonha. Então, o que parece uma fraude para o banco que opera seu cartão? Qualquer coisa fora do comum.

É provável que você também goste:

Governo debate sobre criptomoedas com bancos, peritos e empresas

PicPay Bloqueado? Entenda os motivos para o bloqueio de sua conta 

Tecnologias de detecção de atividades suspeitas

As operadoras de crédito como Visa,  Mastercard, Elo, entre outras, têm todas as suas próprias tecnologias para detectar anomalias nos hábitos de consumo dos seus clientes e deixar o cartão de crédito bloqueado por atividade suspeita. Ou seja, as empresas te conhecem, e sabem como você costuma gastar seu crédito. Quando você compra mais do que o normal, gasta valores repetidos (se você está pagando cada uma das cervejas do happy hour separadamente, isso pode acontecer), o banco estranha o comportamento.

Cada transação de pagamento é analisada automaticamente em diversos aspectos, como o local onde você mora, e até o que normalmente compra e quanto gasta, para determinar a probabilidade de você ser quem realmente está fazendo um pagamento. Se a análise encontrar inconsistência no comportamento, seu cartão será bloqueado por atividade suspeita, e sua próxima compra será recusada.

Motivos para o cartão ser bloqueado

De acordo com especialistas e consumidores que tiveram seu cartão bloqueado por atividade suspeita, alguns hábitos de compra podem causar o bloqueio, dentre eles:

  • Comprar onde você nunca comprou antes
  • Fazer várias compras rapidamente
  • Comprar algo barato, depois algo caro (no mesmo estabelecimento)
  • Compras longe da sua casa
  • Cobrança de despesas de viagem
  • Comprar coisas em diferentes regiões geográficas no mesmo dia
  • Adicionar itens à uma compra online

Como desbloquear seu cartão de crédito

Quando o banco responsável pelo cartão de crédito suspeita de atividades incomuns, você pode receber um e-mail ou um telefonema solicitando a confirmação de uma compra. Outras vezes, seu cartão é simplesmente recusado, sem aviso prévio e sem informações sobre o motivo. Nesses casos você deve ligar para o emissor e fazer o desbloqueio por atividade suspeita, confirmando que você mesmo foi quem usou o cartão.

Dicas para evitar o problema

Leve mais de um cartão consigo: Você poderá oferecer outro cartão de crédito para pagar a dívida, enquanto resolve os problemas do bloqueio.

Mantenha as informações do seu cartão à mão: Tenha salvo na sua agenda o número da empresa do seu cartão de crédito. Muitas vezes esse número está na parte de trás do cartão, mas se você tiver o número de telefone na agenda, será útil se você precisar deixar seu cartão de crédito bloqueado no caso de ele ser roubado ou perdido.

Informe ao seu banco quando estiver viajando: Para manter suas compras de viagens fora da lista de “atividades suspeitas”, e assim não ter seu cartão de crédito bloqueado, vale a pena fazer um aviso prévio da viagem ao banco. Aliás, as empresas de cartões recomendam. Além disso, alguns emissores de cartões, especialmente os digitais, podem ver pelo aplicativo a sua localização. Outro fator importante é manter seus contatos atualizados junto à operadora do cartão. Se o banco tiver um número antigo registrado no cadastro, pode dificultar a comunicação do banco com você.

Use um cartão pré-pago: Quando você viaja, um cartão pré-pago pode salvar sua compra.

Inscreva-se para receber alertas por mensagem de texto: Muitos emissores de cartões oferecem um serviço no qual os titulares do cartão podem se inscrever para receber uma mensagem de texto em cada transação feita com o cartão, e assim você mesmo pode identificar as cobranças suspeitas. Além disso, a própria comunicação entre o seu telefone e o cartão de crédito deve servir ao banco como prova de que você está ciente da compra, e assim, evitar o bloqueio do cartão de crédito.

Atualize seu novo endereço: Se você se mudar, atualize rapidamente seu endereço de cobrança, para que a empresa do cartão reconheça sua nova base.