A Credicard é uma empresa que fornece soluções de pagamento e pertence ao Banco Itaú Unibanco. A empresa atua como administradora de cartões de crédito, sendo criada em 1978 pela empresa The First National Bank (subsidiária brasileira do Citibank). A Credicard, portanto, é uma das grandes administradoras de cartões do país e possui algumas opções de cartões de crédito. Conheça os cartões sem anuidade da Credicard que concorrem com o Nubank.

Leia também:

3 cartões de crédito sem anuidade e que não exigem comprovação de renda.

Banco rendimento dobra capital e vai lançar conta digital.

Credicard Zero passando o Nubank? Cartão sem anuidade do Itaú chega a 8 milhões de propostas.

Cartões sem anuidade da Credicard

Credicard Zero

O Credicard Zero tem uma proposta parecida com o Nubank. Isso porque é sem anuidade, o cliente solicita o cartão pela internet e pode resolver qualquer problema diretamente pelo app. Além disso, ele já foi criado para competir com o “Roxinho” e parece que conseguiu se colocar no mercado financeiro digital, pois recentemente alcançou a marca de 8 milhões de solicitações.

Credicard Black

Este também é um cartão de crédito com relacionamento 100% digital, via app e site, proporcionando acúmulo de milhas e a possibilidade de isenção de anuidade. Contudo, para não ter a cobrança da anuidade, que custa R$ 780, o cliente precisa gastar, em média, R$ 6 mil por mês. Além disso, as três primeiras faturas do Credicard Black são sem anuidade.

Considerações Finais

Portanto, na verdade, o Credicard Zero é o cartão da Credicard que compete de fato com o Nubank. Entretanto, os dois podem ser com anuidade zero. O Credicard Zero é sempre sem anuidade e o Credicard Black é destinado a consumidores de alta renda, mas dependendo dos gastos também podem ter anuidade grátis.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das fintechs.