Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Brasileiro vai gastar em média R$ 250 com ceia e almoço de Natal

0

Comemorar o Natal é uma tradição que se mantém forte entre os brasileiros, mesmo em meio ao cenário de orçamento apertado. De acordo com um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), as famílias brasileiras devem desembolsar, em média, R$ 250 com os preparativos da ceia ou almoço de Natal. No geral, considerando aqueles que vão comprar presentes neste fim de ano, 93% desejam celebrar a data com familiares e amigos.

É provável que você também goste:

Entrega atrasada de imóvel do Minha Casa, Minha Vida poderá gerar indenização ao comprador

Todo mundo de cartão: Peça o cartão de crédito Americanas.com e ganhe R$ 100,00 na Ame.

Seja membro

Será mais fácil conseguir crédito bancário em 2020, aponta o Banco Central.

Brasileiro vai gastar em média R$ 250 com ceia e almoço de Natal

Os dados mostram ainda que quatro em cada dez (42%) entrevistados planejam fazer as comemorações na própria casa. Enquanto isso, 20% esperam ir à residência de parentes e 15% à casa dos pais. Para evitar que as despesas sobrecarreguem o orçamento, 30% devem dividir os gastos da festa levando um prato, e outros 29% vão contribuir com um valor específico. Apenas 12% disseram arcar com todas as despesas, especialmente os homens (17%) e as classes A e B (20%. Por fim, 9% afirmaram que cada pessoa da família pagará sua própria conta.

Na avaliação da economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, compartilhar as despesas é uma boa estratégia para quem não quer gastar muito. Enfim, também é uma forma democrática de celebrar a data.

“Combinar um valor a ser compartilhado por participante ou dividir os pratos da ceia entre os convidados pode evitar que os custos sobrecarreguem o bolso de uma única pessoa”, orienta Marcela.

A pesquisa também revela que boa parte dos consumidores pretende renovar o guardar roupa para o Natal. Em cada dez entrevistados, sete (68%) querem comprar alguma peça nova, seja roupa, sapato ou acessório para a ocasião. Todavia, este percentual sobe para 74% entre as mulheres. Os que não pretendem comprar roupa nova representam 20% da amostra e 12% não se decidiram. O gasto médio previsto deve ser de R$ 219.

Metodologia

Inicialmente foram ouvidos 686 consumidores nas 27 capitais para identificar o percentual de quem pretendia ir às compras no Natal e, depois, a partir de 600 entrevistas, investigou-se em detalhes o comportamento de consumo no Natal. A margem de erro é de no máximo 3,7 e 4,0 p.p, respectivamente, a uma margem de confiança de 95%.

Baixe a íntegra da pesquisa aqui neste link.

SPC Brasil

Há 60 anos no mercado, o SPC Brasil possui um dos mais completos bancos de dados da América Latina, com informações de crédito de pessoas físicas e jurídicas. É a plataforma de inovação do Sistema CNDL para apoiar empresas em conhecimento e inteligência para crédito, identidade digital e soluções de negócios. Oferece serviços que geram benefícios compartilhados para sociedade, ao auxiliar na tomada de decisão e fomentar o acesso ao crédito. É também referência em pesquisas, análises e indicadores que mapeiam o comportamento do mercado, de consumidores e empresários brasileiros, contribuindo para o desenvolvimento da economia do país.

CNDL

Criada em 1960, a CNDL é formada por Federações de Câmaras de Dirigentes Lojistas nos estados (FCDLs), Câmaras de Dirigentes Lojistas nos municípios (CDLs), SPC Brasil e CDL Jovem, entidades que, em conjunto, compõem o Sistema CNDL. É a principal rede representativa do varejo no país e tem como missão a defesa e o fortalecimento da livre iniciativa. Atua institucionalmente em nome de 500 mil empresas, que juntas representam mais de 5% do PIB brasileiro, geram 4,6 milhões de empregos e movimentam R$ 340 bilhões por ano.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: Alexander Raths/shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.