Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Cerca de 50% dos brasileiros destinam até 10% da renda para despesas básicas

Entenda por que metade dos brasileiros compromete até 10% de sua renda com despesas básicas de acordo com um levantamento da Serasa!

Recentemente, um levantamento realizado pela Serasa em colaboração com o Instituto Opinion Box revelou dados sobre a inadimplência no Brasil. O estudo, que ouviu 3.386 consumidores entre 16 e 27 de maio de 2024, mostra um crescimento significativo na quantidade de brasileiros que enfrentam dificuldades para arcar com despesas básicas

Dessa forma, saiba mais informações sobre os dados nesse estudo, além das principais razões por trás desse cenário. Continue a leitura!

Qual é a situação atual da inadimplência no Brasil quanto às despesas básicas?

Pessoa fazendo o cálculo de despesas básicas com uma calculadora.
Imagem: Grusho Anna / Shutterstock.com

Mais da metade dos brasileiros têm mais de 10% do orçamento comprometido com contas de água, luz e gás natural, de acordo com um estudo divulgado pela Serasa. Para 11% da população, esse valor chega a 40% da renda. O estudo revela que em 63% das famílias, um único membro é responsável pelo pagamento das despesas básicas, enquanto em apenas 37% dos lares, a responsabilidade é dividida.

Ainda de acordo com os dados divulgados, cerca de 12% dos lares brasileiros estão com a conta de energia elétrica atrasada há mais de dois meses. Já a situação para as contas de água impacta 9% dos domicílios. Por outro lado, o atraso nas contas de gás natural encanado é consideravelmente menor, afetando apenas 1% dos consumidores entrevistados.

Karina Lopes, gerente da Serasa, explica que a prioridade atribuída aos pagamentos das contas de energia se deve ao impacto direto e imediato que o atraso pode causar. Segundo ela, a energia tem prioridade porque o corte é mais rigoroso. Se o cliente estiver atrasado por mais de sessenta dias, a distribuidora oferece uma última oportunidade para o pagamento antes de interromper o serviço.

Quais são as principais causas da inadimplência?

A renda insuficiente tem sido apontada como o principal fator para a inadimplência. Em comparação com o ano anterior, a falta de recursos superou o desemprego, que era a causa mais citada. Isso indica uma mudança nos motivos que levam à falta de pagamento de despesas básicas, possivelmente refletindo novos desafios econômicos que emergiram no pós-pandemia.

Veja também:

Concurso com salário de R$ 20,9 mil é anunciado; veja como se inscrever

Esse aumento na inadimplência também se reflete nos números gerais do país. A CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) apontou que, em março de 2024, aproximadamente 40,89% dos adultos brasileiros estavam com alguma pendência financeira. Assim, houve um aumento de 2,67% em relação ao mesmo período do ano anterior. Isso equivale a um total de 67,2 milhões de brasileiros negativados.

Imagem: Grusho Anna / Shutterstock.com