O pagamento do benefício de R$ 600 reais, pago pelo governo a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, continua sendo realizado. Entretanto, um tipo novo de golpe para receber o valor está sendo empregado. Nele, infratores realizam a clonagem do cartão Bolsa Família para sacar o Auxílio Emergencial de forma irregular.

Nesta texto, você entende como ocorre a clonagem, que tem ocorrido por meio de terminais eletrônicos, quais são os alertas da Polícia Federal sobre o problema e como evitar um golpe de clonagem do cartão Bolsa Família. Continue lendo!

Afinal, como é aplicado o golpe de clonagem do cartão Bolsa Família?

O golpe de clonagem do cartão Bolsa Família foi descoberto na última terça-feira (19), em operação pela Polícia Federal, no Espírito Santo. De acordo com a PF, foram encontrados 238 cartões clonados do Bolsa Família em posse de suas pessoas. Assim, cerca de R$ 26 mil do Auxílio Emergencial foram recuperados durante a operação.

No caso, o dinheiro recuperado havia sido todo retirado a partir de saques indevidos dos benefícios, possibilitados a partir da clonagem e captação das senhas dos cartões. Além disso, Junto com as duas pessoas em posse dos cartões, foram apreendidos também dispositivos para fraude e câmeras, utilizados para instalação em máquinas de autoatendimento de duas agência da Caixa.

É provável que você também goste:

Saiba como transferir o auxílio emergencial para a conta do Nubank

Após o coronavírus quebrar recordes no Brasil, governo decreta quarentena

Quando começou o golpe da clonagem do cartão Bolsa Família?

Entretanto, o golpe não é novo. Segundo a Polícia Federal, os suspeitos já haviam sido presos anteriormente, aplicando o mesmo golpe. Desta vez, porém, responderão pelo crime de furto mediante fraude, com penas entre 2 e 8 anos de reclusão.

Mas, como o golpe é feito? Segundo informações da PF, o golpe é aplicado usando uma fita adesiva para colocar um mecanismo falso na entrada do cartão magnético. Assim, a fita copia a trilha do cartão, aliada a uma microcâmera, perto do teclado, que faz a filmagem da digitação da senha. Depois, os criminosos voltam ao banco, retiram os equipamentos e realizam a clonagem do cartão Bolsa Família.

Como evitar o golpe da clonagem?

Após a descoberta do golpe, a Polícia Federal decidiu orientar a população para os cuidados que devem ser tomados, evitando a chance de clonagem do cartão Bolsa Família. Confira, a seguir, as orientações:

  • Procure forçar ou puxar a parte da frontal do terminal ou a entrada do cartão magnético para sua direção. Assim, se estiver clonado ou sobreposto por algum mecanismo de fraude, ele sairá facilmente;
  • Compare os terminais eletrônicos e veja se não existem dispositivos ou peças a mais do que os outros;
  • Lembre-se que os responsáveis pela clonagem do cartão Bolsa Família podem estar de fora da agência, por isso é importante, sempre que possível, fazer seus saques no horário comercial, quando o movimento de pessoas é maior;
  • Tenha cuidado e atenção com os idosos desacompanhados. Não permita que um idoso possa ir a uma agência bancária desacompanhado de um adulto da família ou de sua confiança, quando ele for realizar o saque do Auxílio ou outras transações;
  • Proteja sempre sua senha. Afinal, é ela que libera acesso direto à sua conta e informações financeiras. Se preciso, mude sempre e faça senhas fortes com letras maiúsculas e minúsculas e números. Memorize a senha e não a deixe escrita em nenhum local.

O que fazer ao sofrer clonagem do cartão Bolsa Família?

Por fim, mesmo com os cuidados tomados, se você tiver sido vítima de clonagem do cartão Bolsa Família, a orientação é entrar em contato urgente com o banco, por meio do Serviço de Atendimento ao Cliente. Em geral, a instituição mandará imediatamente um responsável pela segurança do local para verificar o terminal e registrar a ocorrência, enviando o relatório para a PF.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: rafapress via shutterstock