Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

CNH e RG mudaram! Veja as novas regras e evite multas!

Saiba mais sobre a CNH e o RG terem mudado, evite penalidades e mantenha-se informado para uma condução segura.

CNH e RG mudaram? Com as recentes alterações na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Brasil, surgem dúvidas e especulações sobre as novas categorias de condutores. Então, entender essas mudanças torna-se essencial para evitar confusões e possíveis penalidades.

A introdução de códigos desconhecidos na parte inferior do documento tem gerado questionamentos, especialmente no que diz respeito à cilindrada de motos e ao tipo de câmbio em automóveis. Muitos brasileiros buscam compreender essas transformações, que são atribuídas ao Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Neste texto, vamos explorar as novas categorias da CNH, desmistificando concepções equivocadas e proporcionando um entendimento claro para todos os condutores

CNH e RG mudaram

Condutor recebendo uma multa de fiscal de trânsito
Imagem: sirtravelalot / Shutterstock.com

Desde junho de 2022, as transformações significativas na CNH incorporaram elementos gráficos avançados para prevenir fraudes. Isso tanto em sua versão digital, pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito (disponível para iOS e Android), quanto no formato impresso.

Simultaneamente, o país introduziu a Carteira de Identidade Nacional (CIN) como substituta do Registro Geral (RG). Desse modo, os estados passaram a emitir a nova carteira para unificar o documento de identificação.

Além de simplificar o processo de identificação, a CIN pode apresentar modificações visuais, incorporando novos elementos de segurança e design. A CIN também atende a requisitos globais, garantindo reconhecimento em âmbito internacional.

Entendendo as categorias de CNH no Brasil

De início, vale destacar que as categorias de condutores no Brasil permanecem de A a E. Além disso, a tabela com novos códigos segue um padrão internacional, que foi implementado com o único propósito de facilitar a fiscalização da CNH por agentes de trânsito de outros países.

Assim, não há necessidade de os condutores brasileiros se preocuparem em atualizar a categoria de suas habilitações com base nesses novos códigos.

Veja também:

Idosos, Alegria! Nova Proposta Isenta do IR e Previdência!

Além disso, as especulações sobre a criação de subcategorias de condutores no Brasil, relacionadas à cilindrada de motos ou ao tipo de câmbio de carros, são, na realidade, equívocos. O Contran não fez qualquer alteração nas categorias de condutores existentes no país.

Imagem: Nomad_Soul / Shutterstock.com