Embora o COVID-19 assuste muita gente, para outras pessoas ele poderá ser visto como uma oportunidade de faturar um dinheiro extra. A pandemia mundial do novo coronavírus começou na China, cujo primeiro caso confirmado foi em 7 de janeiro. Pouco tempo depois do anúncio, a empresa de biotecnologia Moderna Therapeutics começou a trabalhar no desenvolvimento de uma vacina para o vírus. Porém, agora a empresa afirmou que vai iniciar os testes diretamente em humanos, sem passar pelo protocolo padrão de testar em animais. Ademais, os testes da vacina do Coronavírus serão remunerados em 11 visitas a US$ 100 cada, o que equivale a quase R$ 5 mil na cotação atual.

É provável que você também goste:

URGENTE: Dólar fecha máxima acima dos R$ 5 pela primeira vez na história

Cartão de crédito Mercado Livre pode ser lançado em breve, com liberação do Banco Central

Vale a pena comprar ações da Petrobras em tempos de Coronavírus?

Cobaias humanas da vacina do Coronavírus poderão ganhar R$ 5.500 pelos testes

Normalmente, seguindo o trâmite normal para a produção de qualquer vacina, deveriam ser realizados testes pré-clínicos em animais. Todavia, para agilizar esse processo, a ideia é começarem os testes clínicos em humanos.

As farmacêuticas estão interessadas em encontrar a uma forma de barrar a epidemia mundial o mais rápido possível – o que abre uma brecha para pular etapas e começar de imediato as aplicações em voluntários Homo sapiens.

Além disso, a Moderna começou a procurar voluntários saudáveis no início do mês de março de 2020. A ideia é testar 45 pessoas entre 18 e 55 anos, que vão tomar duas doses da vacina com intervalo de um mês. Cada cobaia receberá US$ 100 por visita feita ao laboratório ao longo do estudo, e serão aproximadamente 11 visitas. Como a cotação do dólar está muito próxima dos R$ 5, provavelmente teríamos muitas cobaias humanas se pudéssemos participar. Os experimentos estão acontecendo no Instituto de Pesquisa em Saúde de Seattle (EUA).

Cobaias humanas, mas com ética

Todavia, pular os ensaios pré-clínicos põe em risco a saúde dos voluntários e está gerando objeções éticas da comunidade científica. Dessa forma, alguns pesquisadores se manifestaram contrários à decisão. Para piorar, a Moderna desenvolveu um mecanismo de imunização inédito. Ou seja, não há nenhuma outra vacina no mercado que utilize a mesma técnica, o que torna a experiência ainda mais arriscada.

Estima-se que teremos uma vacina do Coronavírus funcional para uso humano em até um ano. Obviamente que não seja capaz de barrar a proliferação do coronavírus, e nos obriga a tomarmos cada vez mais cuidados para não sermos contaminados.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Veja a matéria completa na Superinteressante, aqui neste link.

Imagem:  KinkarkinPhoto / Shutterstock