Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Como estão os indicadores da Ambev no 2T21? Confira os números

Reveja os números da companhia e seus histórico recente de operações

0

Como estão os indicadores da Ambev no 2T21? Primeiramente, a Ambev é uma empresa brasileira focada na produção e distribuição de bebidas. Nesse sentido, a companhia negocia tanto cervejas como refrigerantes, energéticos, sucos, chás e água. Sendo assim, ela nasceu da união entre duas grandes cervejarias brasileiras, a cervejaria Brahma e a Companhia Antarctica

Dito isso, atualmente a empresa é maior fabricante de cervejas do mundo, produzindo mais de 25 cervejas do tipo pilsen e cerca de 50 do tipo ale. Ademais, a Ambev atua em 19 países, sendo líder de mercado em 10 deles.

Indicadores da Ambev

Com o intuito de tomar uma decisão de investimento com base nos fundamentos da empresa, é necessário avaliar sua situação financeira e mercadológica. Nesse sentido, os indicadores ajudam a fornecer uma visão macro da companhia e de suas operações, podendo auxiliar o investidor nessa tomada de decisão.

Seja membro

Dito isso, falaremos brevemente sobre alguns indicadores, os resultados e histórico que os acompanham. Todavia, vale ressaltar que esse artigo não é uma indicação de investimento, e tem por objetivo somente comentar sobre os resultados publicados pela empresa.

Ademais, também se faz valido ressaltar que os números nesse artigo foram retirados das cotações e demonstrações disponíveis até o dia 22/08/2021. Por fim, usaremos as ações ordinárias da Ambev como base de análise, sendo seu código na B3 ABEV3.

Indicadores de Rentabilidade e Histórico da Ambev

De uma forma geral, toda análise fundamentalista de uma empresa passa pela avaliação da sua rentabilidade. Sendo esse um dos principais aspectos para um investidor, visto que é por meio da capacidade de gerar lucros que o ativo traz retornos.

Dito isso, a Ambev alcançou seu recorde em volume consolidados para um segundo trimestre da sua história, conseguindo mais 36,2% em receita líquida na comparação com o ano passado.

Lucro Líquido

Em suma, o lucro líquido de uma empresa é o rendimento total da organização, e reflete o ganho real das atividades econômicas realizadas por ela.  Portanto, o rendimento obtido depois de descontados todos os custos fixos resume o lucro líquido.

Assim, ele representa basicamente os ganhos da empresa obtidos pelas vendas de serviços e produtos, retirando os custos para a fabricação ou prestação do serviço

Dito isso, o lucro líquido da Ambev no 2T21 foi de R$ 2.929 milhões, um aumento de 9,92% em relação ao 1T21 e de 230% em comparação com o 2T20.

Margem líquida

Por sua vez, a margem líquida representa a porcentagem de lucro líquido que uma empresa obteve em relação à sua receita total. Assim, quanto maior é o indicador, mais eficiente é a operação da empresa, pois uma maior parte do que foi obtido se tornou lucro.

De forma semelhante ao lucro líquido, a margem líquida da empresa aumentou levemente em comparação com o 1T21 e mais consistentemente se comparado com o 2T20. Dito isso, o número foi de 18,65% no 2T21, cerca de 2 p.p. maior do que no trimestre passado e 9 p.p. em relação ao ano passado.

EBITDA

De antemão, podemos afirmar que o EBITDA é um dos indicadores mais usados pelos analistas fundamentalistas. Nesse sentido, a sigla em inglês significa Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, em português poderia ser traduzido como “lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização”.

Sendo assim, o EBITDA demonstra o potencial real de geração de caixa da companhia, descartando despesas que não são relacionadas a parte tangível da empresa.

Dito isso, o EBITDA da Ambev foi de R$ 5.194 milhões no 2T21, o que representou uma leve perda em relação ao 1T21, cerca de -0,93%. Em contrapartida, o número indicou um ganho de 162% na comparação com o 2T20, quando foi de apenas R$ 3.204 milhões.

Margem EBITDA

Em resumo, a Margem EBITDA caracteriza a capacidade operacional de caixa das empresas, ou seja, representa a aptidão da companhia em gerir recursos mediante as atividades operacionais. Além disso, o indicador não considera os impostos e os efeitos financeiros.

Dessa forma, a Margem EBITDA é calculada a partir da divisão do EBITDA pela receita líquida multiplicada por 100, para aparecer em forma de porcentagem. Nesse sentido, empresas endividadas não devem ser analisadas somente por meio desse indicador, uma vez que os proventos de juros são retirados desse cálculo.

Sendo assim, a margem EBITDA da Ambev no 2T21 foi de 33,06%, cerca de 1,5 p.p. maior do que a margem EBITDA vista no 1T21. Já na comparação com o 2T20, o número cresceu cerca de 4,5 p.p.

Histórico de Dividendos da Ambev

Em síntese, os dividendos são a parte do lucro que a empresa repassa para seus acionistas. Dessa forma, como sócio da empresa, o investidor tem direito a receber os proventos que esta distribui, tornando essa uma das principais formas de se ganhar dinheiro passivamente com ações.

Do mesmo modo, o Dividend Yield mede a porcentagem de dividendos em comparação ao preço da ação. Por exemplo, um Dividend Yield de 10% mostra que 10% do valor da ação está sendo repassado em forma de dividendos para os acionistas.

Dito isso, a Ambev vem distribuindo dividendos consistentemente há muitos anos. Nesse sentido, oDividend Yield da empresa atualmente está em 2,80%, um pouco acima dos 2,64% vistos no ano passado.

Endividamento da Ambev

Primeiramente, a dívida consolidada Ambev no fechamento do 2T21 estava em R$ 2.990 milhões, sendo sua maior parte concentrada em moeda local. Dito isso, a empresa à época contava com R$ 13.175 milhões em caixa e equivalentes, o que demonstra a segurança do endividamento da companhia.

Sendo assim, os dois próximos indicadores irão apresentar resultados negativos, visto que a Ambev possui uma dívida líquida negativa.

Dívida líquida / PL

Primordialmente, a Dívida Líquida/Patrimônio Líquido significa a divisão entre todo o endividamento da empresa e o total de ativos que ela possui. Desta forma, é possível descobrir o quanto uma empresa utiliza de capital de terceiros para financiar suas atividades em relação ao patrimônio dos seus acionistas.

Dito isso, a dívida líquida / PL da Ambev atualmente é de – 0,15x, ficando bem próxima do histórico da companhia nos últimos 10 anos. Nesse sentido, desde 2011 o indicador está no negativo, variando entre -0,21x e -0,06x.

Dívida líquida / EBITDA

Da mesma forma, a Dívida líquida / EBITDA fornece o número de anos que uma empresa levaria para pagar sua dívida líquida, no cenário em que o EBITDA permanece constante.

Analogamente ao indicador anterior, a dívida líquida / EBITDA da Ambev está em -0,48x, com um histórico recente de -0,44x na média.

Considerações finais

Em resumo, a Ambev é uma das empresas mais bem consolidadas do país, com marcas prestigiadas e números consistentes. Dito isso, a companhia padece do fator crescimento, visto que já possui um bom market place com suas marcas.

Apesar disso, vale a pena estudar um pouco mais a empresa e se aprofundar em suas operações. Ademais, a companhia provavelmente deve apresentar melhoras em seus resultados num futuro próximo, visto que as restrições de combate ao covid-19 devem diminuir.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Gabriel_Ramos / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.