Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Como estão os indicadores da Oi? Veja os números da S.A.

Confira os números da S.A. e qual é a situação da companhia que está em recuperação judicial.

0

Como estão os indicadores da Oi? Primeiramente, a Oi é uma concessionária de serviços de telecomunicações do Brasil. Anteriormente a empresa se chamava Telemar, e hoje está em processo de recuperação judicial.

Nesse sentido, em 2018 foi aprovado o pedido da empresa para novo aumento do capital, mediante novas emissões de ações. Nesse mesmo ano teve a dívida com os acionistas reduzida e convertida em capital da companhia. Ao todo 75% do capital da empresa foi transferido para os investidores.

Desta forma, a empresa se encontra em um estágio de recuperação, buscando retornar a realizar boas performances no mercado e gerar lucro novamente. Sendo assim, aposta em expandir seu mercado, principalmente através do serviço de internet via fibra ótica.

Sob tal aspecto, a Oi vem conseguindo aumentar seu market share em alguns nichos, principalmente o de banda larga. Atualmente a companhia possui cerca de 26% do mercado, atrás 6p.p. do líder, essa diferença era de 11p.p. no inicio de 2020. Por fim, espera que durante a transição do 4T21 para o 1T22 seja encerrada a recuperação judicial.

Seja membro

Indicadores da OI

Com o intuito de tomar uma decisão de investimento mais racional e embasada, é necessário se atentar para alguns indicadores da empresa em análise. Eles fornecem uma visão macro da companhia e de suas operações, podendo auxiliar o investidor na tomada de decisão.

Com tal propósito, falaremos sobre alguns indicadores e sobre os resultados e histórico que os agregam. Todavia, vale ressaltar que esse artigo não é uma indicação de investimento, e tem por objetivo somente comentar sobre os resultados publicados pela empresa.

Ademais, também se faz válido ressaltar que os números nesse artigo foram retirados das cotações e demonstrações disponíveis até o dia 02/08/2021.  Enfim, usaremos as ações ordinárias da empresa como base de análise, sendo sua sigla na B3 OIBR3.

Indicadores de Rentabilidade e Histórico da Oi

De uma forma geral, toda análise fundamentalista de uma empresa passa pela avaliação da sua rentabilidade. Sendo esse um dos pontos principais para um investidor, visto que é por meio da capacidade de gerar lucros que o ativo pode produzir retornos.

Lucro Líquido

Em suma, o lucro líquido de uma empresa é o rendimento total da organização, e reflete o ganho real das atividades econômicas realizadas pela empresa.  Portanto, o rendimento obtido depois de descontados todos os custos fixos resume o lucro líquido.

Portanto, ele representa basicamente os ganhos da empresa obtidos pelas vendas de serviços e produtos, retirando os custos para a fabricação ou prestação do serviço.

Sob tal aspecto, a Oi vinha do 4T20 com lucro líquido de R$ 1.798 milhões, contudo, o 1T21 registrou forte queda no indicador, que atingiu o prejuízo de R$ 3.508 milhões.

EBITDA

Primeiramente, o EBITDA é um dos indicadores mais usados pelos analistas fundamentalistas. Nesse sentido, a sigla em inglês significa Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, em português poderia ser traduzido como “lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização”.

Sendo assim, o EBITDA demonstra o potencial real de geração de caixa da companhia, descartando despesas que não são relacionadas a parte tangível.

Desta forma, o EBITDA da Oi no 1T21 foi de R$ 1.139 milhões, abaixo de todos os trimestres do ano passado. Nesse sentido, ela conseguiu expandir as suas receitas advindas dos serviços de Fibra, mas perdeu em banda larga comum, pacotes de voz, no corporativo e dados. Vale ressaltar que retiramos dos números os itens extraordinários de geração de caixa.

ROE

Primeiramente, o ROE fornece uma proporção entre o lucro líquido e seu patrimônio líquido. Ele é medido por lucro liq. / patrimônio liq. e informa o quanto uma empresa gera de caixa em comparação ao que ela já tem de ativos.

Desta forma, após uma longa queda, o ROE da companhia vem apresentando uma melhora nos últimos trimestres publicados. Contudo, o número ainda é bastante preocupante, sendo no 1T21 -116%, contra -152% no 4T20 e -206% no 3T20.

ROIC

Por sua vez, o ROIC de fornece um panorama mais geral da rentabilidade da companhia. A sigla significa “Retorno Sobre o Capital Investido”, e é medido a partir do Resultado Operacional Líquido de Impostos sobre o Capital Investido da empresa. Em contrapartida ao ROE, o ROIC da estava melhor no ano passado,

Endividamento da Oi

Dívida líquida / PL

Primeiramente, a Dívida Líquida/Patrimônio Líquido significa a divisão entre todo o endividamento da empresa e o total de ativos que ela possui. Desta forma, é possível descobrir o quanto utiliza de capital de terceiros para financiar suas atividades em relação ao patrimônio dos seus acionistas.

A dívida líquida da Oi aumentou bastante no 1T21, isso se deve principalmente ao financiamento em debêntures no valor de R$ 2,5 bilhões. Sendo assim, o indicador de dívida líquida / PL saiu de 2.8x em no 4T20 para 5.88x no 1T21.

Nesse sentido, a companhia não só aumentou em R$ 3,3 bilhões sua dívida líquida no período, como também abateu quase R$ 3,5 bilhões do seu patrimônio líquido.

Dívida líquida / EBITDA

Da mesma forma, a Dívida líquida / EBITDA fornece o número de anos que uma empresa levaria para pagar sua dívida líquida no cenário em que o EBITDA permanece constante.

De forma semelhante ao item anterior, o EBITDA de rotina da empresa teve uma leve retração, que, juntamente com o aumento da dívida, resultou em um indicador pior. Sendo assim, a dívida líquida / EBITDA da Oi no 4T20 era de 14x e no 1T21 saltou para 22x.

Conclusão

Em resumo, a Oi está tentando recuperar o status de uma companhia com bons resultados. Desta forma, a empresa vem se desfazendo de uma parte considerável de ativos com o intuito de diminuir os custos de sua operação.Dessa maneira, a Oi está apostando alto no mercado de internet fibra, e mais amplamente no mercado de banda larga, maior fonte de receitas da companhia.

Contudo, apesar dos esforços, os números ainda são ruins, além da pandemia ter dificultado o acesso a capital privado, a empresa precisa se endividar para conseguir investir em sua expansão, o que acaba virando uma bola de neve. Ademais, há pelo menos 5 anos a companhia não consegue gerar lucros, o que dificulta o financiamento através do mercado.

Por fim, o processo de recuperação ainda esta acontecendo, e promete melhorar a situação da Oi, cabe então ao investidor se atentar aos próximos resultados da empresa.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: viewimage / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.