Como saber se um investimento realmente vale a pena?

Levante a mão quem já ouviu de um amigo ou de um parente a seguinte pergunta: “Será que esse investimento vale a pena?” Se sua mão está erguida nesse momento, diga lá: que resposta você costuma dar?
Em geral, as pessoas entendem um “investimento que vale a pena” como uma aplicação que rende bem. Mas que nível de rentabilidade pode ser considerado suficientemente positivo? E mais, o que além do retorno faz um investimento valer a pena?

É provável que você também goste:

Caixa inicia preparação para liberar o FGTS.

900 mil clientes já receberam convite para a função débito do Nubank, quando você será o próximo?

Empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa até R$ 5.000?

Como saber se um investimento realmente vale a pena?

Em relação a quê? E para quem?

Imagine que você planejou guardar dinheiro durante o próximo ano para trocar de carro. Depois de pesquisar algumas opções de onde investir suas economias, encontrou um CDB do seu banco que parecia bom: o vencimento era próximo da data planejada para a compra do automóvel novo e a rentabilidade oferecida soava interessante.

Mas será que o tal do CDB realmente vale a pena?

Você pode começar a se fazer essa pergunta depois de ler uma notícia sobre o quanto a bolsa subiu neste mês. Ou pode ter se questionado ao saber que títulos públicos atrelados à inflação, além de oferecerem uma boa rentabilidade, são considerados investimentos bastante seguros. Ou ainda depois de ter ouvido falar de um fundo vantajoso.

Isso dá uma pista de como saber se o seu investimento vale a pena. Não se trata de um conceito absoluto, e sim relativo. Significa que você só chegará a uma conclusão se comparar sua aplicação com outras que estão disponíveis.

Esse é o primeiro ponto. O segundo ponto é o fato de que um investimento que vale a pena para você não é necessariamente um investimento que vale a pena para todo mundo – mais uma vez, esse é um conceito relativo. E para concluir se uma aplicação específica é adequada para si mesmo, é preciso avaliar mais do que a rentabilidade. Também contam aspectos como o risco, a liquidez e o seu nível de acessibilidade.

Avalie ponto a ponto

Pense no risco e lembre da comparação entre o CDB comprado no banco e o Ibovespa. Do ponto de vista da rentabilidade, o desempenho da bolsa de valores parece não deixar muitas dúvidas de que essa é uma opção que, definitivamente, vale a pena. Mas o nível de volatilidade do mercado de ações é elevado. Como refletem o andamento da economia real, a tendência é de que os preços das ações aumentem no longo prazo, conforme as empresas que as emitiram cresçam e lucrem mais. Mas as cotações oscilam livremente no mercado, conforme a oferta de papéis e a demanda dos investidores. Até o longo prazo chegar, as variações podem ser grandes e bruscas.

Vale a pena investir em ações para trocar de carro um ano depois? Para você, um ano pode parecer uma eternidade. Mas para o mercado de ações, costuma ser um prazo considerado curto. Nesse meio tempo, as cotações podem cair e não ter tempo de se recuperar. E seu estado emocional pode não estar firme o suficiente para suportar a volatilidade sem algumas noites de sono perdidas.

Agora, pense na liquidez – que, grosso modo, representa o nível de facilidade (ou dificuldade) com que você é capaz de resgatar seu dinheiro. Os títulos públicos atrelados à inflação realmente são considerados alternativas rentáveis e seguras. Mas, em geral, têm prazos de vencimento longuíssimos – os mais curtos são de, pelo menos, seis anos. É possível resgatá-los mais cedo, mas quem vende os papéis antes do vencimento corre o risco de perder dinheiro (já que, nesse caso, eles são negociados a preços de mercado).

Se o objetivo é trocar de carro em um ano, vale a pena investir em títulos públicos que só vencem daqui a seis anos?

Por fim, pense no nível de acessibilidade de um investimento. O fundo que seu banco agora oferece em uma promoção pode ser muito rentável – mas é comum que fundos rentáveis exijam uma aplicação inicial elevada. Investimentos desse tipo podem valer a pena do ponto de vista da rentabilidade, mas, se não são acessíveis ao seu bolso, é como se não existissem.

A soma das suas reflexões sobre cada um desses assuntos é o que poderá indicar se o investimento que você fez ou quer fazer vale a pena – ou não!

Quer abrir sua conta e começar a investir? Acesse o site do C6 Bank.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Sobre o autor Ver Posts Author website

EDUARDO MENDES

Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades.
Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e fundador dos sites Optclean Tecnologia, Conexão Estudante e Seu Crédito Digital.

Comentários no Facebook