Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Confira 4 dicas para usar seu cartão de crédito no exterior

0

O que é melhor durante uma viagem ao exterior: levar dinheiro vivo ou usar o cartão de crédito? Muitas pessoas acreditam que o cartão de crédito é a pior opção possível – e nos próximos parágrafos vamos explicar a razão. Mas há situações em que o plástico é, sim, uma boa alternativa, desde que usado de modo inteligente.

É provável que você também goste:

Banco Central quer permitir contas em dólar no Brasil

Confira 4 dicas para usar seu cartão de crédito no exterior

Seja membro

Existem duas grandes desvantagens do cartão de crédito. A primeira é o custo. Há incidência de imposto (IOF) sobre as compras feitas no exterior, e não é pouca coisa. A alíquota é de 6,38%. O segundo ponto é um certo nível de incerteza sobre qual vai ser o tamanho final da conta. Isso porque a cotação do dólar utilizada na conversão normalmente é só a do dia do fechamento da fatura, e não a do dia em que torramos as economias nas lojas.

(Alerta de spoiler: essa regra vai mudar. O Banco Central anunciou, em novembro, que passará a ser considerada, nas faturas dos cartões de crédito, a cotação do dólar do dia em que a compra foi feita. Entretanto, a medida somente começa a valer no dia 1º de março de 2020.)

Do outro lado, existem também vantagens bem evidentes. E a principal é a segurança. Para quem perde ou tem o cartão roubado, basta entrar em contato com o banco para cancelar aquela via – e, em geral, os prejuízos param por aí. Em muitos casos, é possível até solicitar um cartão emergencial, entregue onde você estiver hospedado. Andar apenas com dinheiro em espécie representa um risco maior em um caso de perda ou roubo. O valor se vai por inteiro e não há como recuperá-lo.

Uma boa experiência com o cartão de crédito durante uma viagem depende de usá-lo de maneira inteligente, seguindo pelo menos esses passos:

Diversifique os meios de pagamento no exterior

Aqui vale a mesma regra universal aplicada aos investimentos: não coloque todos os ovos numa cesta só. Em outras palavras, diversifique – inclusive seus meios de pagamento. Procure montar uma carteira completa quando for viajar. Leve seu cartão de crédito, mas leve também uma parcela de recursos em dinheiro vivo. Você não deve andar por aí com uma porção de notas, é claro. O recomendável é manter um pouco na carteira e o restante, em algum cantinho seguro onde estiver hospedado. Uma boa alternativa é pagar os custos mais corriqueiros – lanches, pequenos presentes, entradas – com dinheiro. O cartão serve bem para bancar a hospedagem e compras maiores, como eletrônicos.

Tenha uma opção de reserva no exterior

Se tiver essa possibilidade, não deixe de levar um segundo cartão nas suas viagens, de preferência de bandeira diferente. O ideal é andar com um deles e manter o outro guardado. Isso por algumas razões. Eventualmente, você pode perceber que a bandeira do seu cartão não é universalmente aceita no comércio. Portanto, nesse caso, você tem a chance de usar outro plástico nos passeios do dia seguinte.

Ademais, outro bom motivo é que, se você tiver algum problema com um dos cartões (perda ou roubo, por exemplo), terá outro guardado para prosseguir tranquilamente com a viagem. Contudo, mesmo que muitas bandeiras ofereçam a facilidade da emissão de uma via emergencial, a entrega pode demorar alguns dias. Se tiver apenas um, ficará desguarnecido até lá.

Fique atento aos serviços que exigem cartão

Certos tipos de serviços relacionados a viagens dependem do uso de um cartão de crédito. Para alugar um carro ou fazer o check-in em determinadas redes de hotel, por exemplo, é preciso ter um plástico – as empresas adotam a prática de “reservar” (bloquear) o valor do serviço do limite do cartão, para aumentar a segurança delas. Até para usar aplicativos de transporte, como o Uber, o cartão é necessário. Pense se esse tipo de situação será uma realidade para você quando estiver planejando sua viagem.

Aproveite os benefícios

Lembre-se de que alguns tipos de cartões de crédito envolvem benefícios que podem fazer diferença. Para quem participa de programas de milhagem, uma viagem representa uma grande oportunidade de acumular pontos. Há ainda cartões que oferecem acesso a seguros de saúde, imprescindíveis para quem vai para o exterior.

Dica final: antes de começar a viagem, não esqueça de conferir se seu cartão está habilitado para uso no exterior. Por fim, também se o limite está condizente com o que você planeja gastar enquanto estiver fora.
Quer pedir seu cartão de crédito? Acesse o site do C6 Bank e peça seu convite para ser um C6 Beta Tester.

Enfim, gostou do artigo?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.