Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Confira quais medidas econômicas o governo federal já tomou até agora para ajudar os moradores do RS

Medidas emergenciais do governo federal no Rio Grande do Sul aliviam impacto das enchentes, facilitando doações e reconstrução econômica

No contexto das recentes enchentes que devastaram diversas áreas do Rio Grande do Sul, o governo Federal, liderado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), delineou uma série de medidas emergenciais destinadas a mitigar os efeitos da catástrofe e auxiliar na recuperação do estado.

Assim, entre as iniciativas chave, destaca-se a antecipação do abono salarial para mais de 700 mil trabalhadores formais, além da liberação adicional do seguro-desemprego. Além disso, a estratégia inclui também uma priorização expressiva na restituição do Imposto de Renda para os residentes da região afetada. Veja mais detalhes!

Medidas econômicas para ajudar o RS

Para os beneficiários de programas sociais, haverá a antecipação dos pagamentos do Bolsa Família e do auxílio gás para o mês de maio, buscando assegurar que os recursos cheguem rapidamente a quem mais precisa. Dessa forma, independentemente do Número de Identificação Social (NIS), os beneficiários do RS receberão os benefícios no dia 17 de maio.

Focado no suporte a empresas, o governo irá injetar R$ 4,5 bilhões em recursos do Fundo Garantidor de Operações, possibilitando a liberação de R$ 30 bilhões em crédito para micro e pequenas empresas pelo Pronampe. 

Além disso, está prevista a prorrogação do prazo de recolhimento de impostos federais e do Simples Nacional, melhorando a liquidez das empresas no curto prazo.

Presidente Lula discursando.
Imagem: Ricardo Stuckert / Presidência da República

Outras iniciativas do governo federal

Para os produtores rurais, a ação governamental prevê R$ 1 bilhão para concessão de descontos em juros de empréstimos, apoiando o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) e o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Veja também:

Novo DPVAT vai custar 10 vezes mais que o antigo? Saiba mais!

Ademais, a estratégia inclui uma medida significativa referente à suspensão do pagamento da dívida do estado com a União, permitindo que os recursos sejam redirecionados para a recuperação e reconstrução dos municípios mais afetados.

Imagem: Ricardo Stuckert / Presidência da República