As contas digitais sem dúvida estão ganhando o coração dos brasileiros. Agora, elas estão entrando na vida também de quem é apaixonado por futebol. O Flamengo, considerado o time com a maior torcida do Brasil, está para lançar, em 15 de julho, o seu próprio banco digital, após firmar uma parceria com o Banco de Brasília (BRB). O banco, que hoje já tem 750 mil clientes e conta como sócio majoritário o Governo do Distrito Federal (GDF), quer expandir seus negócios ao conquistar a torcida rubro-negra.

É provável que você também goste:

Governo não tem condições de arcar com mais duas parcelas de R$ 600 do auxílio emergencial.

Receita Federal investiga fraudes em restituições do Imposto de Renda.

Cartão de crédito do Banco Inter agora vai dar cashback em fatura paga em dia.

Entre os serviços oferecidos pelo novo projeto, estarão, por exemplo, cartão de débito e crédito, cartão pré-pago, além de conta digital e opções de investimentos. Outras soluções serão os títulos de capitalização e a previdência privada. O contrato do time com o BRB já entra em vigência no dia 1º de julho de 2020.

Com essa nova parceria, o Flamengo deixa de ser patrocinado pela Caixa e pela Petrobras. Agora, o rendimento maior é esperado pelo lucro do projeto, que será dividido igualmente entre o banco e o clube.

Outro patrocinador do time carioca que foi suspenso é o BS2, banco que rendia ao Flamengo R$ 15 milhões por ano, além da participação da venda de produtos financeiros. O contrato com o banco iria até dezembro deste ano, tendo o clube assumido as cláusulas pela rescisão.

A governança desse novo projeto será compartilhada entre Flamengo e BRB, com a participação de dirigentes dos dois lados. Caso não haja lucro na operação, há uma garantia de R$ 32 milhões ao Flamengo, que será retirado dos dividendos do banco.

Vale destacar que o atual Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, é torcedor do Flamengo. Em 2019, ele viajou ao menos duas vezes ao exterior para acompanhar jogos do time. Esse ano, houve até uma tentativa de Ibaneis para levar os treinos do clube para o DF, quando as práticas no Rio de Janeiro foram suspensas pela pandemia. Essa mudança, no entanto, não ocorreu.

Forte torcida do Flamengo aumenta expectativas sobre a conta digital

O cartão dessa conta digital do Flamengo vai conter os logotipos do clube e do Banco de Brasília. O clube ficará com 50% do lucro desse serviço, mas ainda não foram divulgadas as formas de cobrança dessa nova conta. O Flamengo irá de fato utilizar a plataforma que será lançada, fazendo os pagamentos de salários de jogadores pela nova ferramenta.

A ideia é que o novo projeto do clube e do BRB seja um forte concorrente para o Nubank e também para o Banco Inter, que inclusive é patrocinador do São Paulo Futebol Clube atualmente. A expectativa do Banco de Brasília é atingir toda a torcida do Flamengo, que hoje representa 42 milhões de usuários.

Estima-se que 20% dos brasileiros torçam para o clube carioca. Já no primeiro ano de parceria, o BRB espera que a conta digital do Flamengo movimente R$ 5 bilhões, com 1,5 milhão de novos cadastros.

Os torcedores do Flamengo que migrarem para essa nova conta podem esperar atendimento full time, produtos personalizados, programa de relacionamento, ausência de tarifas, além de vantagens para acompanhar os jogos fora do Rio de Janeiro. Além disso, também haverá uma unidade de atendimento do BRB nas dependências do time.

Outras contas bancárias de times de futebol

Além da torcida do Flamengo, quem torce para outros clubes também pode ter um cartão personalizado com o time do coração. Diversas instituições financeiras que patrocinam clubes já oferecem soluções para seus torcedores.

O Banco BMG, por exemplo, já oferta aos torcedores do Corinthians uma conta digital gratuita, cartão de crédito com logo do time e plataforma de investimentos. As mesmas soluções são oferecidas à torcida do Atlético-MG, sendo que o Galo é recompensado conforme a abertura de novas contas.

Quem torce para o São Paulo F. C. conta com uma versão do app do Banco Inter com as cores do time. Os clientes dessa conta digital podem participar de sorteios de ingressos e brindes, concorrem a camisas oficiais e têm a chance de conhecer o centro de treinamento do clube.

Por fim, temos o Digi+, que é a fintech escolhida pelos torcedores do Cruzeiro. O cartão de crédito vai com o logo do clube e não cobra anuidade, além de não exigir comprovação de renda. Além disso, a conta digital oferecida também não cobra tarifas.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem destacada: A.PAES / Shutterstock.com