Nos últimos anos, os Correios têm enfrentado uma grande crise em detrimento da queda de receita oriunda de serviços tradicionais. Por exemplo, serviços tradicionais do monopólio, como as cartas, telegramas e selos. Atualmente, o monopólio representa menos da metade do faturamento da empresa pública. Portanto, é necessário explorar novos segmentos como as encomendas, em substituição a queda de receita. Isso contempla inclusive serviços financeiros, focado em pessoas que não possuem conta bancária.

Leia também:

10 motivos para abrir conta em fintech e esquecer os bancos tradicionais

Serviços financeiros nos Correios

Não é de hoje que os Correios operam com serviços financeiros. Temos por exemplo, o Vale Postal que existe há muitos anos. O serviço permite tanto a remessa de dinheiro nacional, quanto internacional. Atualmente, eles são denominados como Vale Postal Eletrônico nacional, e Vale Postal Eletrônico internacional. Ademais, este último permite o envio de dinheiro a exatamente 26 países.

Outra modalidade de serviços financeiros é o Banco Postal, que leva serviços bancários a milhares de brasileiros sem acesso a serviços bancários tradicionais.

Conta e cartão de crédito/débito

Agora, com a inserção do Correios Celular no mercado, os Correios vão explorar um segmento que é pouco beneficiado pelos bancos tradicionais. Além disso, o segmento é quase que exclusivamente explorado apenas pelas Fintechs. A ideia é lançar uma conta bancária digital virtual e um cartão de crédito e débito.

A parceria entre os Correios e a Surf Telecom (EUTV), pretende atingir aqueles usuários que ainda não possuem uma conta bancária. Segundo o presidente da empresa – Carlos Fortner, à partir da segunda quinzena de agosto, todos que comprarem o chip do Correios Celular terá direito à novidade, ganhando a conta bancária virtual e o cartão de crédito e débito.

O Banco Central autorizou a Surf Telecom (EUTV) a ser uma agente de arranjos financeiros através da Surf Serviços. A empresa poderá ter até R$ 500 milhões sob custódia. Os clientes poderão colocar dinheiro na conta e operar normalmente. Além disso, efetuando remessas de dinheiro para os seus familiares, além de pagamentos e compras.

De acordo com o CEO da Surf Telecom – Yon Moreira, os Correios serão remunarados por operação, e não serão cobradas dos clientes. A empresa opera como uma Mobile Virtual Network Operator (MVNO) e utiliza as redes da TIM e da OI, e vai oferecer outros serviços aos clientes, como microcrédito, por exemplo.

Existe um grande mercado a ser explorado pela parceria entre a estatal e a Surf Telecom. Atualmente existem 55 milhões de pessoas que não possuem conta em banco atualmente aqui no Brasil.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Via Tele Síntese