Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Crédito para famílias cresce e expansão anual pode chegar a 19,5%

0

O saldo total da carteira de crédito deve aumentar 1,4% em outubro e, assim, registrar a 9ª alta mensal seguida. O bom resultado deve ser impulsionado pela carteira com recursos livres, que segue se beneficiando da reabertura das atividades da economia. O destaque do mês vai ser a carteira Pessoa Física, com expectativa de aumento de 1,8% e ritmo de aumento anual que poderá chegar a 19,5%, o maior desde novembro de 2011 (+19,8%).

É provável que você goste também:

Crédito Caixa Tem não rolou? Confira 3 opções de empréstimo na Caixa

Cartão libera R$ 300 milhões em limite de crédito às vésperas da Black Friday

Empréstimo do Banco do Brasil tem condições promocionais na Black Friday

Créditos para famílias cresce e expansão anual pode chegar a 19,5%

Em suma, as estimativas são da Pesquisa Especial de Crédito da Febraban, divulgada todo os meses como uma prévia da Nota de Política Monetária e Operações de Crédito do Banco Central. As projeções são feitas a partir de dados consolidados dos principais bancos do Brasil. Os mesmos representam de 39% a 89% do saldo total do Sistema Financeiro Nacional.

De acordo com Rubens Sardenberg, diretor de Economia, Regulação Prudencial e Riscos da Febraban, no crédito destinado às famílias, a elevação deve ser puxada pela carteira livre, que vai aumentar 2,1%.

“A pesquisa mostra uma oferta de crédito bastante positiva no último trimestre do ano, refletindo o maior consumo das famílias devido à reabertura das atividades econômicas, que favorecem especialmente as linhas ligadas ao consumo, como crédito pessoal e cartão de crédito. Também constatamos um avanço importante na carteira Pessoa Física direcionada, que deve crescer 1,6%”, destaca.

Ademais, apesar das expectativas de crescimento para o mês, Sardenberg diz que a alta base de comparação deve fazer com que o ritmo de aumento anual da carteira total de crédito tenha uma leve redução, indo de 16,0% para 15,8%.

Segundo a pesquisa, a carteira Pessoa Jurídica deve ter uma alta moderada, de 0,7%, com dinâmica diferente entre os recursos. Além disso, a carteira livre deve mostrar aumento mensal de 1,5%, mesmo com a sazonalidade negativa das linhas de fluxo de caixa. E assim, registrar o melhor resultado para o mês desde 2010 (+1,5%). Já a carteira direcionada deve reduzir 0,7%.

Por fim, a alta deve se concentrar nas operações destinadas às famílias (+1,0%). A variação acumulada em 12 meses mostra um aumento de 18,7% para 20,3%. Ajustando por dias úteis, o aumento deve ser ainda maior, de 6,0%, reforçando a liderança das operações para Pessoas Físicas para o crescimento do crédito no ano.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Prostock-studio / Shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -