Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Crise gerada pela pandemia deixou IPVA mais caro; entenda

0

O Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) de 2022 pegou muita gente de surpresa. Isso porque o aumento do imposto em alguns estados chegou a 30%, mesmo o carro ficando mais velho. Por outro lado, segundo a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), o valor dos carros usados teve um aumento médio de 22,54%.

É provável que você também goste:

IPVA 2022: veja como pagar pelo Santander com o Renavan

Veja como pagar o IPVA de 2022 na conta do Nubank

IPVA 2022: veja como pagar pelo banco Inter

A valorização dos carros usados é causada por diversos fatores como: alta do preço da matéria-prima, frete marítimo mais caro e a frequente alta do dólar. 

Todos esses fatores ocorrem devido à pandemia de COVID-19, que gerou uma crise mundial, que ocasionou escassez de diversos materiais. Sendo assim, a produção de novos veículos ficou limitada, deixando alto o preço do carro 0km.

No Brasil, em 2020, a produção de veículos caiu 31,6% em relação a 2019, segundo a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). Já em 2021, levando em conta apenas veículos de passageiros, a produção teve uma queda de janeiro a novembro de 2021, comparando com o ano anterior, de 2,8%.

Com o encarecimento dos veículos 0km, houve um aumento na procura por veículos usados. Devido a essa alta procura, o valor foi elevado em média para mais de 20%, segundo a tabela Fipe.

Em 2021, houve um aumento de 17,8% na venda de veículos usados em relação a 2020, conforme divulgado pela Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto).

Como é feito o cálculo do IPVA?

Como o IPVA é um imposto estadual, sendo que cada estado estipula o valor da alíquota que será cobrada. 

Em São Paulo, que concentra 30% da frota veicular nacional, a alíquota cobrada é de 4% sobre o valor do carro. Portanto, um Volkswagen Fox 2015, por exemplo, o valor dele para a base de cálculo está em R$ 37.616,00, então o seu proprietário pagará de IPVA, R$ 1.504,64.

Entretanto, o estado de São Paulo, assim como outros estados brasileiros, para amenizar o impacto do aumento do imposto, têm oferecido descontos maiores para pagamentos à vista e até mesmo um parcelamento em mais vezes.

O paulista, que antes contava com três meses para parcelar o IPVA, agora terá cinco meses, a contar de fevereiro. Já para aqueles que preferem pagar à vista, o desconto será maior do que nos outros anos. Pagando à vista no mês de janeiro, o abatimento será de 9%, mas se optar por pagar o valor total em fevereiro, o desconto será de 5%.

Por fim, vale lembrar que a referência de cálculo do carro 0km é o valor que está em nota fiscal.

Para onde vai o dinheiro que o estado recebe do IPVA?

Do valor total recebido pelo estado referente ao IPVA, 20% vai para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).

Do restante do valor, 40% vai para o estado e 40% para o município de registro do veículo, sendo o valor destinado para saúde, educação, segurança pública e infraestrutura de trânsito.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Siga-nos no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o  Facebook, Twitter, Instagram, e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar