Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Deputados aprovam reforma do IR: veja as mudanças e próximas etapas

0

Na última quarta-feira (01), a Câmara dos Deputados aprovou o texto da reforma do Imposto de Renda (IR), tanto para pessoa física (PF) quanto para empresas (PJ). De acordo com o relator e deputado Celso Sabino, apesar da diminuição de impostos, não deve haver uma queda na arrecadação dos estados e municípios. É dito isso, pois devem haver outros meios de compensação previstos no projeto. 

5 Benefícios do Open Banking para o consumidor

Deputados aprovam reforma do IR: veja as mudanças e próximas etapas

Em suma, a versão aprovada da reforma do IR, prevê o corte de 7% na alíquota do IR para as empresas, que cai de 15% para 8%. Além disso, o texto cita a tributação do mercado financeiro, que deve ter uma taxa de 20% sobre os lucros e os dividendos. De acordo com Sabino, a taxação vai compensar as reduções de arrecadação do IR sobre as PF e as PJ. 

Segundo Sabino, “Votar a favor deste projeto hoje significa votar a favor da empregada doméstica, do professor, da pessoa que presta serviço em residências. Significa votar a favor de muitos trabalhadores no Brasil. Não só a metade vai ficar isenta, todas as outras faixas terão redução de Imposto de Renda de Pessoa Física”.

Para a PF, a reforma vai atualizar a tabela atual, que é de R$ 1,9 mil mensal. Ou seja, os trabalhadores que recebem até R$ 2,5 mil de salário mensal, estarão isentos do imposto. Dessa forma, a nova tabela deve isentar 5,6 milhões de pessoas.

Além disso, todas as faixas salariais tributáveis devem ter redução de impostos. Os trabalhadores formais com renda mensal acima de R$ 2,5 mil, que optarem pela declaração simplificada, devem poder abater 20% do IR, com limite máximo de R$ 10.563,60. Por fim, o texto da reforma cita que as novas alíquotas para minérios passam de 4% para 5,5 de tributação. A partir de agora, o texto segue para votação no Senado.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Leonidas Santana/shutterstock.com

Seja membro

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.