Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Como descobrir se o seu CPF foi usado para pedir o Auxílio Emergencial indevidamente

0

Muitos brasileiros já conseguiram sacar o auxílio emergencial de R$ 600, inclusive, o Governo Federal já está fazendo o pagamento da segunda parcela. Entretanto, muitas pessoas ainda não conseguiram aprovar a solicitação. Uma boa parte dessas pessoas podem estar sendo vítimas de crime. Isso porque, já houve relatos de beneficiários que ao tentar se cadastrar para pedir o benefício, recebeu a mensagem de que o CPF em questão já havia sido utilizado ou que o número do documento era inválido. Se isso ocorreu com você, tenha calma, pois, iremos mostrar como descobrir se o seu CPF foi usado para pedir o Auxílio Emergencial indevidamente.

É provável que você também goste:

Prorrogação do Auxílio Emergencial será discutida essa semana na Câmara dos Deputados

Auxílio emergencial: Bolsonaro promete quarta parcela, mas não será de R$ 600

Como saber se usaram o seu CPF para pedir o Auxílio Emergencial indevidamente?

Pode parecer espantoso mas ocorre muito esse tipo de fraude. Ao menos existe uma maneira de saber se usaram o seu CPF para pedir o auxílio emergencial indevidamente. Para isso, basta seguir as dicas logo mais abaixo.

  1. Pelo seu computador ou pelo celular, acesse este link.
  2. Preencha as informações solicitadas, que são o seu CPF, nome da mãe e sua data de nascimento. Marque a opção ”não sou um robô e toque na opção ”Enviar”.
  3. Em seguida você poderá ver o resultado do processamento, como a data de início do processamento que está em seu nome e até o dia em que o resultado dessa análise foi enviado para a Caixa.

Entre os resultados que deverão aparecer na tela, temos seis possíveis:

Benefício Aprovado

Se aparecer este resultado, o cidadão é elegível para receber o auxílio emergencial.  Mas atenção, para saber a data de pagamento do benefício é preciso acessar o site da Caixa  neste link e fazer a consulta.

Benefício Não Aprovado

Se este resultado aparecer na tela, quer dizer que o cidadão não tem direito ao benefício. Além disso, junto ao resultado, aparecem os critérios não atendidos que impossibilitaram a aprovação do auxílio emergencial. Entretanto, é possível fazer um novo pedido contestando o resultado.

Em Processamento

Quando este resultado aparece na tela, quer dizer que os dados do requerente ainda estão sendo analisados pela Dataprev. é possível ver na tela a data do requerimento e também o início da análise, entretanto, não aparece a previsão da conclusão.

Requerimento Não Encontrado

Esta mensagem aparece caso o requerimento ainda não tenha sido recebido pela Dataprev. Ou seja, não há nenhum pedido no CPF informado ou ainda não chegou para a análise. Se isso ocorrer, só resta esperar.

Requerimento Retido

Neste caso, o cadastro feito pelo cidadão foi retido pela equipe de homologação do Ministério da Cidadania em função da complexidade de cenários e cruzamentos e será realizado novo reprocessamento das informações pela Dataprev. Assim, é preciso aguardar o resultado desta análise, podendo acompanhar pelo aplicativo ou site oficial.

Dados inconclusivos

Quando o requerente recebe esta mensagem na tela, será preciso realizar um novo requerimento no site da Caixa conforme orienta o sistema. Isso ocorre porque foi identificado algum problema nos dados do cidadão e não é possível fazer a análise. Normalmente esse problema aparece quando envolve dependentes dos requerentes.

Atenção! O site vem sofrendo diversos problemas técnicos por conta da grande quantidade de acessos. Procure acessar o sistema em horários de menos pico, pela manhã ou pela noite.

Fui vítima de fraude, o que fazer?

Caso alguém tenha feito uma solicitação utilizando seu CPF indevidamente, você pode fazer uma denúncia pelo Fala.Br, integrado à Ouvidoria e Acesso à Informação da Controladoria-Geral da União (CGU). Acesse este link ou ligue pelos telefones 121 ou 0800-7070-2003.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Shutterstock/Brenda Rocha

Comentários
Carregando...