Saiba quanto vai ser o desconto do INSS no seu salário em 2020

- Publicidade -

No primeiro ano do governo Jair Bolsonaro tivemos algumas mudanças que vão impactar no bolso dos brasileiros em 2020. Uma delas refere-se ao desconto do INSS nos salários. As novas regras de aposentadorias e pensões estabelecidas estabelecidas pela reforma da Previdência entraram em vigor no dia 13 de novembro, mas as novas alíquotas de contribuição passarão a valer a partir de 1º de março de 2020.

É provável que você também goste:

Tarifa branca pode deixar sua conta de luz mais barata. Saiba mais detalhes!

Novas regras do saque-aniversário do FGTS já estão valendo

Bolsonaro assina MP e define salário mínimo de R$ 1.039 para 2020

Saiba quanto vai ser o desconto do INSS no seu salário em 2020

Regime Geral de Previdência Social

De acordo com as novas regras, o desconto do INSS sobre os salários variam de 7,5% a 14%. Atualmente, as alíquotas do INSS variam de 8% para trabalhadores da iniciativa provada.

  • Até um salário mínimo: 7,5%
  • Entre um salário mínimo e R$ 2 mil: 9%
  • Para valores entre R$ 2 mil e R$ 3 mil: 12%
  • R$ 3 mil e o teto do RGPS: 14%

Portanto, quem ganha menos será beneficiado, enquanto que trabalhadores que ganham até o teto ou acima disso, pagarão bem mais.

Veja algumas simulações de quanto você vai pagar de INSS se trabalha na iniciativa privada, começando pelo salário mínimo:

  • 1.039,00 – Contribuição atual R$ 83,12 – Nova Contribuição R$ 77,93 – Diferença -R$ 5,19
  • 1.500,00 – Contribuição atual R$ 120,00 – Nova Contribuição R$ 120,03 – Diferença R$ 0,03
  • 2.000,00 – Contribuição atual R$ 180,00 – Nova Contribuição R$ 165,03 – Diferença -R$ 14,97
  • 3.000,00 – Contribuição atual R$ 330,00 – Nova Contribuição R$ 285,03 – Diferença -R$ 44,97
  • 4.000,00 – Contribuição atual R$ 440,00 – Nova Contribuição R$ 425,03 – Diferença -R$ 14,97
  • 5.839,45 – Contribuição atual R$ 642,34 – Nova Contribuição R$ 682,55 – Diferença R$ 40,21

Servidores públicos federais no RPPS da União

No serviço público, cuja alíquota é de atualmente 11%, passa a variar entre 7,5% a até 22% acima do teto constitucional.

  • Até um salário mínimo: 7,5%
  • Para valores entre um salário mínimo e R$ 2 mil: 9%
  • Entre R$ 2 mil e R$ 3 mil: 12%
  • R$ 3 mil e o teto do RGPS: 14%
  • Entre o teto do RGPS e R$ 10 mil: 14,5%
  • R$ 10 mil e R$ 20 mil: 16,5%
  • R$ 20 mil e o teto constitucional: 19%
  • Acima do teto constitucional: 22%

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: golubovystock via shutterstock.com

Eduardo Mendeshttps://seucreditodigital.com.br/author/mendes/
Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Co-Fundador do site Seu Crédito Digital.
- Publicidade -

Mais Populares

Caixa faz nova rodada de pagamentos do Auxílio Emergencial nesta quarta-feira (05)

Nesta quarta-feira (05), a Caixa fará uma nova rodada de pagamentos do Auxílio Emergencial. Dessa vez, estão incluídos os beneficiários nascidos em maio, que...

Projeto prevê uso de vale-transporte para pagar aplicativos durante pandemia

Trabalhadores em breve poderão ter mais uma opção de transporte durante a pandemia de Covid-19. Conforme Projeto de Lei (PL) da senadora Rose de...

Caixa Tem: CEF garante saque dos R$ 600 para quem teve conta bloqueada

Nesta segunda-feira (3), a Caixa Econômica Federal garantiu que aqueles que tiveram a conta do Caixa Tem bloqueada não vai precisar esperar o desbloqueio...

Mais de 1 milhão de pessoas começam a receber o auxílio emergencial essa semana

Hoje (03), o Ministério da Cidadania anunciou um novo calendário do auxílio emergencial. Ele vai começar a ser pago no dia 5 de agosto...
- Publicidade -