Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Dicas de como proteger o cartão de crédito de “crianças digitais”

Não são raros os casos em que elas fazem gastos exagerados nos cartões de crédito.

0

Não são raros os casos em que as “crianças digitais” fazem gastos exagerados nos cartões de crédito dos seus pais, com jogos online, por exemplo. Atualmente, as crianças crescem muito em contato com os eletrônicos e jogos eletrônicos.  O intuito é um só: comprar itens e acessórios que possam auxiliá-los a continuar na aventura por mais tempo, ou ainda, ter mais vantagens durante a ação. Diante disso, separamos abaixo algumas dicas de como proteger o cartão de crédito de eventuais compras dentro dos games.

Dicas de como proteger o cartão de crédito de “crianças digitais”

Em suma, para evitar que os pequenos realizem gastos em excesso com jogos virtuais, é necessário tomar algumas atitudes. Confira abaixo as dicas:

  1. Proibição de jogos: A abordagem mais radical que se pode ter com as “crianças digitais”, e provavelmente a pouco eficaz, é a proibição de jogar. Sem dúvida, as crianças maiores já sabem como “burlar” a vigilância dos pais. Além disso, os jogos podem trazer benefícios saudáveis aos pequenos, e ajudar na socialização.
  2. Impeça o acesso ao dinheiro: Procure manter os cartões de crédito longe do acesso das “crianças digitais”. Além disso, bloqueie os apps de banco com senha, e não permita que o pequeno tenha acesso.
  3. Crie uma conta com restrições: Muitas plataformas contam com contas infantis. Dessa forma, você pode ter acesso a controles básicos, como o limite de tempo de uso, e o bloqueio de conteúdo proibido. Além disso, você pode desativar as compras, ou definir um limite de gastos. 
  4. Converse com o seu filho: A dica mais importante é essa. Sempre mantenha o diálogo com a criança. Discuta as suas preferências e desejos. Dessa forma, você demonstra preocupação e interesse. E assim, você constrói uma relação de confiança, e consegue mostrar a importância de não realizar gastos estrondosos.
  5. Aborde educação financeira: Por fim, ensine as “crianças digitais” a controlar os próprios gastos. Crie um cartão pessoal para ele, ou dê uma mesada para que ele possa usar como quiser. Dessa forma, vai aprender que se usar o dinheiro no jogo, não pode comprar um fone novo, por exemplo.

Seja membro

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Kues / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.