Sempre que utilizamos o cartão de crédito em compras no exterior ou em sites que utilizam a moeda americana, é necessário que os gastos sejam convertidos para o real. Contudo, essa cotação nunca é a mesma que acompanhamos diariamente na TV ou na internet. Isso ocorre porque é utilizado o dólar comercial com uma margem de ganho, chamada de spread. Portanto, a cotação é um pouco acima do dólar comercial e mais próxima ao dólar turismo, que sempre é o mais alto. Agora, o dólar teve uma trégua nos últimos dias, afetado principalmente pelos resultados das últimas pesquisas presidenciais para as Eleições 2018. E afinal, com o dólar em queda, será que vale a pena antecipar o pagamento da fatura do cartão de crédito? Tire as suas dúvidas aqui neste post.

Leia também:

Santander indica o que comprar em outubro no Tesouro Direto.

O dólar caiu! Vale a pena antecipar o pagamento da fatura do cartão?

Primeiramente, considere que os valores variam de acordo com o banco. Eles podem ser menores ou maiores, de acordo com o cartão de crédito utilizado. Portanto, antes de comprar sempre é bom verificar e comparar as taxas de conversão da moeda americana. Assim você evita gastar mais do que o previsto, especialmente nas compras em sites internacionais, ou em viagens ao exterior.

Para a maioria dos cartões de crédito, a cotação do dólar normalmente é definida no dia do fechamento da fatura. Nestes casos, vale realmente muito a pena antecipar a sua fatura neste momento. Hoje (03/10) o dólar está cotado em R$ 3,90 e está em franca queda há vários dias.

Portanto, nestes casos ao utilizar o seu cartão, você pagará o valor do dólar conforme cotação na data de pagamento e não na data da compra ou do fechamento da fatura. Qualquer diferença que houver, estará constando na fatura do mês seguinte. Por isso torna-se uma opção interessante antecipar a sua fatura do cartão de crédito.

Entretanto, alguns cartões oferecem a possibilidade de escolher se deseja ter o valor calculado no dia do fechamento da fatura ou no dia da compra. Os cartões da Caixa Econômica Federal, são exemplos disso. Mais recentemente o Nubank passou a cobrar o valor do dólar no dia do processamento da fatura. Nestes casos, realmente não vale a pena antecipar a sua fatura. É importante ter certeza em qual momento o seu cartão de crédito considera a cotação da moeda.

Gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Para assim acompanhar artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.