Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Confira 7 dicas infalíveis para economizar dinheiro de verdade

Economizar dinheiro não é uma tarefa fácil. No entanto, é possível quando se toma novos hábitos financeiros.

0

Economizar dinheiro não é uma tarefa fácil. No entanto, é possível quando se toma novos bons hábitos financeiros. Isso ajuda qualquer consumidor a não se endividar no fim do mês ou acabar com todo o dinheiro de reserva que o salvaria em uma emergência. 

Dívidas são muito difíceis de quitar? Gastar menos é uma meta pessoal? Neste texto há algumas opções para ajudar a frear as contas. Descubra qual o primeiro passo a dar e mais: com estas 7 dicas selecionadas de forma clara e objetiva para quem quer economizar dinheiro e não sabe por onde começar. 

1- Tome nota de todos os seus gastos

Quando se quer economizar, o primeiro passo é saber tudo o que é gasto no mês. Como não há grandes chances de cortar gastos de início, a primeira dica é anotar todas as despesas.

Tomar nota disso faz com que se saiba para onde o dinheiro vai, uma vez que os gastos desnecessários ficam mais fáceis de serem identificados.

A forma pela qual o registro será feito, vai conforme cada pessoa, mas só para exemplificar, pode ser por duas opções simples:

  • Juntar as notas de compras com o cartão de crédito e demais formas de pagamento e anotá-las em planilhas manuais;
  • Utilizar programas ou aplicativos que acessam todos os gastos e gerenciam as contas em um só lugar (Guiabolso, Mobills, Money Manager e outros).

Ao utilizar estes meios, a pessoa conseguirá o registro de forma automática e organizada, além de ainda poder escolher a compatibilidade, como por exemplo para Android, iOS ou desktop. 

Seja como for, o usuário irá permitir que a tecnologia acesse suas movimentações diárias, principalmente contas bancárias.

2 – Crie metas de gastos para economizar dinheiro

Logo após saber exatamente cada gasto, o próximo passo é estabelecer metas que se diferenciam da quantidade que era gasta anteriormente. Ou seja, criar regras para despesas a partir da renda pessoal.

Atualmente, já existem 3 categorias básicas para quem quer poupar e se sente perdido. Confira abaixo:

  •  50% vai para gastos essenciais como conta de água e luz, aluguel, compras de mercado e demais despesas diárias, como combustível;
  • 15% são para contas prioritárias que estão a mais tempo ativas, como dívidas, sejam parceladas ou integrais. Nessa categoria, ainda vale usar uma parte para fazer investimentos que valem a longo prazo;
  • 35% ficam para usufruir o estilo de vida. Aqui ficam incluídos qualquer gasto com produtos e serviços voltados para lazer, hobbies e tempo livre.

Mesmo que pareçam ser rígidas, as regrinhas do 50-15-35 podem ser criadas de outras formas e até mesmo com mais categorias flexíveis.

Contudo, não se pode confundir flexibilidade com a vontade de criar mais porcentagens para gastos. A ideia desta dica é, ainda, nesse meio tempo, calcular os valores da renda para valerem menos do que as despesas.

3 – Pagar todas as contas em dia ajuda a economizar dinheiro

Um costume entre grande parte dos consumidores é colocar as contas para vencerem logo após o salário cair na conta. É, sem dúvidas, uma forma que ajuda a colocar na frente os gastos essenciais antes mesmo dos de outras categorias.

Por isso, realizar os pagamentos em dia, apesar de ser uma dica, já se torna, na verdade, um resultado do bom planejamento para economizar dinheiro.

Assim, o dinheiro que entra já se destina para pagar as contas em dia, ao passo que o restante fica disponível para cumprir os gastos menores.

4 – Estipule prazos para alcançar seus objetivos

Geralmente, quando se quer economizar dinheiro é por motivos variados que podem ser cumpridos em curto ou a longo prazo. Portanto, estabelecer prazos que sejam determinantes para que os objetivos sejam alcançados é uma ótima dica para consumidores.

Primeiramente, deve-se estudar os objetivos e qual a real situação do momento em que não dá mais para ter gastos. Assim que colocar no papel, ficará mais claro os passos a serem dados.

Economizar dinheiro segundo seu sonho

Se engana quem pensa que é somente nos momentos de crise que é necessário poupar. Os motivos podem ser diversos, assim como os sonhos de cada um.

Seja o sonho de comprar um apartamento, um carro ou até mesmo guardar dinheiro, os objetivos devem ser pontuados com seus valores e, mais importante, com datas.

Olhar para eles com suas devidas datas, faz com que o poupador tenha motivações para assumir as responsabilidades financeiras, e cumprir o prazo para dar aquela entrada em uma casa ou começar um negócio, por exemplo.

5 – Cuidado com os gastos no cartão de crédito 

Os gastos com cartão de crédito representam, inegavelmente, a maior parte do comportamento negativo do consumidor médio. Ainda que sejam práticos, podem dar a ilusão de que o dinheiro não vai se esgotar.

Além disso, o consumidor pode cair na ilusão de que não tem gastando mais do que deveria com o crédito. Para que o consumidor econômico não caia nesse capricho, é essencial agir com firmeza e dispensar o uso do cartão por um bom tempo.

Use dinheiro vivo

Neste ponto a dica é tirar o cartão da vista, literalmente. Retirar todo cartão com função crédito da carteira e passar a comprar e gastar somente com o débito e usar dinheiro vivo.

Às vezes, se não agir de tal forma, a dificuldade em economizar dinheiro só piora, enquanto o pânico por causa das contas mensais não vai ter fim. 

Com essa mudança radical, as compras do mercado ou do shopping também diminuem, já que o dinheiro contado na mão mostra a quantidade real que se pode gastar na hora. Ao contrário do cartão de crédito, cujo limite é facilmente extrapolado.

A princípio, essa prática agrada mas pode ser imperfeita, caso o valor da compra seja maior. Entretanto, já que a precisão de poupar é o lema, então a regra é cortar os itens menos necessários e finalizar com o pagamento.

6 – Utilize cupons para economizar dinheiro

Se, anteriormente, a dica foi aposentar o cartão, agora, é de se adaptar a outros meios de compra. Caso o uso do cartão ainda não tenha sido suspenso, o lado bom é poder aproveitar os bônus e pontos que as bandeiras lançam.

Os programas de recompensa são, aliás, uma forma de agrado dado pelas empresas devido ao volume gasto pelo usuário. Uma ótima dica é procurar saber sobre pontos acumulados, bem como os produtos e marcas parceiras.

Além disso, existem sites que oferecem cupons em troca de entradas no cinema, teatro, restaurantes, passeios turísticos e até viagens maiores.

Pode-se pesquisar sobre o ramo e buscar participar das promoções e ofertas na internet, ou ir direto em portais que direcionam o interessado, como o SaveMe.

7 – Crie uma poupança para economizar dinheiro

Atualmente, é raro encontrar pessoas que realmente economizam ou que, em outras palavras, ativam uma poupança. Como a última dica, existe a possibilidade de criar uma conta assim.

Não veja a alternativa como um método antiquado ou não confiável. No fim das contas, o que se pode fazer é nada além de economizar dinheiro e uma das formas mais eficazes de fazer isso é reservar em um local exclusivo.

Pode-se optar também por bancos ou contas digitais que alocam valores em espaços separados e que podem render conforme o tempo, ao passo que permanecerem parados.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.
Imagem: D-Krab / shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...