Empreendedores de sucesso dão conselhos para quem quer empreender

0

Dia 05 de outubro é o dia do Empreendedor. De acordo com a análise da série histórica da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), em 2020, o Brasil deve atingir o maior patamar de empreendedores iniciais dos últimos 20 anos, com aproximadamente 25% da população adulta envolvida na abertura de um novo negócio ou com um negócio com até 3,5 anos de atividade. O sucesso nos negócios não tem uma fórmula mágica, mas seguir algumas dicas de quem já conseguiu.

É provável que você também goste:

Santander Free é um dos cartões mais fáceis para quem tem score baixo

Governo poderá usar o Caixa Tem para pagamento mensal do Bolsa Família

Você pode ainda conseguir o auxílio emergencial de R$ 600 e nem sabe

Empreendedores de sucesso dão conselhos para quem quer empreender

FastBlock

Bernardo Schucman, CEO da FastBlock, aconselha aos jovens empreendedores a alinharem suas expectativas antes de começar um projeto. “Deve-se ter certeza que não vai ser fácil nem rápido. Empreender é um ato de resiliência, o mesmo tempo que parece um espaço entre o início “difícil” e o sucesso é a matéria prima que nutre o negócio e o empreendedor até o êxito”

Acordo Certo

Para Dílson Sá, CEO da Acordo Certo, maior empresa de renegociação de dívidas online do Brasil, a dica é não empreender só pelo dinheiro, e sim com um propósito forte para criar, transformar e inovar. ”O dinheiro será uma consequência natural do sucesso do seu negócio. Traga pessoas incríveis e que compartilham o mesmo sonho que você, crie um ambiente descontraído, com energia positiva, que seja propício ao desenvolvimento profissional e pessoal de cada um. Quem faz a empresa são as pessoas, preocupe-se com elas acima de tudo. Prepare-se para ser disciplinado e resiliente, a jornada não será nada fácil, mas, no final das contas a jornada é a parte mais legal”, comenta. Se associar a pessoas honestas e que complementem seu perfil é outra dica de ouro. “Os contrapontos são muito importantes para que as coisas andem nos trilhos. Mantenha sua participação relevante no conselho, ela será muito importante no futuro. Cuide bem do caixa da empresa, as crises sempre aparecem.” finaliza.

Creditas

Na visão de Sergio Furio, CEO da Creditas, principal plataforma de crédito com garantia da América Latina, os empreendedores devem ser resilientes. “O empreendedorismo é difícil, como tudo na vida. Se você quer fazer algo bem feito, terá que enfrentar os desafios” comenta. Além disso, é importante escolher um problema grande para ser resolvido. Com um mercado maior, você tem mais oportunidades de errar e corrigir com velocidade. Por último, escolha bem o seu time. É ele que vai fazer as coisas acontecerem. Você sozinho até consegue correr rápido, mas só tendo um bom time você conseguirá fazer a empresa crescer.

Linker

David Mourão, CEO e cofundador do Linker, conta PJ digital e plataforma de soluções financeiras 100% feita para os  pequenos e médios empreendedores, aconselha que o empreendedor tenha determinação e um propósito claro. “Um dos propósitos do empreendedor é simplificar para o seu público-alvo e fazer acontecer para trazer um produto de boa qualidade e que simplifique para quem usa. Investir em ferramentas e soluções que façam sentido e tenham sinergia com a sua empresa é um importante passo para que projetos sejam bem-sucedidos e tragam bons frutos”, comenta.

StartGamification

A doutora em psicologia, especialista em processos de gamificação, professora universitária Nayra Karine, também CEO da StartGamification, acredita que contar com ajuda de profissionais gabaritados é essencial.  “Empreender, tirar seu projeto do papel e executá-lo é um processo que requer muito estudo e coragem, ainda mais em um momento de crise global e sendo mulher. Porém, alguns processos podem ajudar a construir pontes até o objetivo final. Organização, estudos, resiliência e profissionais gabaritados que, com conhecimento prévio, podem te mostrar os obstáculos até o seu objetivo”, conta.

UZZO Pay

Thiago Lucena, CEO da UZZO Pay, primeira carteira digital multimoedas do Brasil, empreender é da natureza humana. “As pessoas estão sempre procurando soluções para facilitar o dia-a-dia e, por isso, desde o princípio, o instinto de empreender está arraigado no ser humano. Dessa forma, precisamos direcionar este instinto e a ideia de negócio que temos e nos perguntar se ele pode facilitar a vida das demais pessoas ao seu redor, se é rentável a curto e longo prazo e se, no geral, o seu projeto de empreendedorismo faz sentido. Com o aporte necessário, muita resiliência e paciência, você pode obter sucesso em sua empreitada”, comenta Thiago.

Bitfy

Lucas Schoch, CEO e fundador da Bitfy, primeira carteira multiuso de criptomoedas da América Latina, concorda que empreender é acreditar que algo pode ser mudado para melhor e estar tão apaixonado pelo problema quanto pela solução. “É preparar-se para ser chamado de louco. Ouvir que o mercado não existe e que sua solução não funcionará ou “não vai parar de pé”. Escutar as críticas com atenção e ter certeza que é o certo a ser feito. E lembrar: o “sucesso do dia pra noite” leva alguns anos para acontecer”, reflete.

Intuit QuickBooks

Lars Leber, country manager da Intuit QuickBooks no Brasil, que desenvolve soluções de gestão financeira que impulsionam negócios e simplificam o planejamento de pequenas e médias empresas, profissionais autônomos e contadores, destaca um dos primeiros cuidados que se deve tomar ao apostar no próprio negócio: “É necessário que o empreendedor se  comprometa com a gestão do seu próprio negócio”. Outro diferencial é tentar se antecipar às tendências do mercado, ou no mínimo, não ser imediatista ao avaliar ou projetar um cenário. “Atualmente, há uma enorme oportunidade digital para as pequenas empresas digitalizarem a gestão financeira. E esse investimento ajuda a reduzir o tempo gasto para cumprir tarefas administrativas, liberando o empreendedor para ações mais estratégicas capazes de agregar valores maiores para os negócios no médio e longo prazo”, propõe Leber.

Clube de Autores

Para Ricardo Almeida, CEO do Clube de Autores, maior plataforma de autopublicação da América Latina, muitos acreditam que, para empreender, basta ter alguma ideia fora da caixa, diferente. “Mas esquecem-se de duas coisas fundamentais. A primeira é que não adianta criar soluções mirabolantes para problemas que, francamente, não existem ou são pequenos demais. Para ter potencial, qualquer iniciativa precisa efetivamente se propor a resolver problemas grandes, intensos o suficiente para motivar o consumo. A segunda – e talvez mais importante – é que empreender não é inventar soluções: é sobre implementá-las. Executar, pôr em prática com excelência, é isso que faz a diferença – e é justamente nisso que a maior parte dos empreendedores falham.”

Gestaum Lab

Roberta Perdomo, cofundadora da Gestaum Lab, plataforma que conecta profissionais de gestão de negócios e pessoas à empresas que precisam de treinamentos e consultorias, acredita que resiliência é uma das características mais importantes para um empreendedor. Com a crise da pandemia de Covid-19, que trouxe a desaceleração de muitos setores, foi necessário respirar fundo por diversas vezes e colocar metas de curtíssimo prazo para o negócio. Para ela, a principal dica para quem quer empreender é essa: persistir, resistir e ter foco no que realmente gera valor para o negócio e para os clientes.

Foxbit

Para João Canhada, CEO da Foxbit, o empreendedor tem que dominar o seu negócio, independente da sua função, ele precisa saber fazer um pouco de tudo para emergências, mas foque na sua área de domínio no dia a dia. Esqueça captar dinheiro, Brasil não é vale do Silício, vão ser 50 reuniões e meses importantes que você deveria usar em seu negócio focando em resolver um problema para sua empresa,  se conseguir gerar valor em sua atividade, não vão faltar investidores interessados. Além disso, as previsões normalmente estão alguns degraus acima das que vc pensou principalmente quando for as primeiras que você fizer. Pessimistas e Otimistas, ambas costumam acontecer. se prepare para elas não desanime e tente ser mais realista para as próximas. Se os problemas da empresa não são tratados por quem trabalha contigo como se fosse deles, é melhor repensar se você quer essa pessoa em sua empresa, uma hora ela te deixa com os problemas da empresa junto dos que ela gerou. E no final do dia você vai ter que resolver ambos. Uma startup é como um condomínio, todos os moradores têm que se coordenar juntos e buscar resolver os problemas dessa comunidade ou a coisa desanda. E por último, aprenda a falar em público. Tem que tentar, e SIM vai acontecer de tudo, vai travar, vai errar, esquecer, vai tentar decorar e ainda assim vai errar também, faz parte, relaxe domine o assunto e seja sincero e transparente, vai ficar tudo bem.

Flix

Já Felipe Barranco, CEO da Flix, plataforma digital de seguros e assistências residenciais, acredita que empreender é superar os próprios limites diariamente. “Quem decidir seguir com o próprio negócio precisa ter resiliência, paciência e muita força de vontade para superar os desafios que vão surgir. Mas, mesmo com todos os obstáculos, é muito gratificante e satisfatório você ver um sonho sair do papel e se tornar realidade. Ver sua empresa crescer, tomar forma e, com muito trabalho e perseverança, se tornar uma verdade é uma alegria gigante. O empreendedor tem um perfil muito inusitado e singular. Nós acreditamos muito nisso aqui na Flix, “fazer acontecer” é o nosso lema”, comenta.

Inovebanco

Patrick Burnett, CEO do Inovebanco, fintech de soluções de pagamento, diz que um dos principais conselhos para quem deseja empreender é: Não tenha medo! “Nem sempre as coisas serão fáceis e sair como planejadas, mas é preciso insistir e ter foco. Aprender com nossos erros e a ter resiliência é fundamental. Devemos usar isso ao nosso favor e no dia a dia da empresa”. Ele reforça também que o networking é muito importante em todo o processo. Estar cercado de boas pessoas faz a diferença e abre muitas portas. “O InoveBanco é hoje o que é por todos que estão envolvidos. Valorize e reforçe ao máximo a importância das pessoas que estão com você, desde as primeiras até as novas.” finaliza.

SmartBrain

Segundo Cassio Bariani, CEO da SmartBrain, plataforma de controle e consolidação de investimentos, é preciso ter espírito empreendedor, que é ter vontade de promover mudanças, olhar para frente e, assim, desenvolver algum produto ou solução com a sua identidade, de um jeito diferente ou disruptivo que irá beneficiar os clientes. Além disso, é essencial fazer um bom planejamento e não ter medo de errar. Isso porque não existe “receita de bolo”, ao longo do caminho diversas coisas darão certo e outras, errado, faz parte do processo. Portanto, é preciso avaliar o constantemente o desempenho do negócio e ir acertando a rota. O novo empreendedor também precisa ter em mente que os resultados não serão imediatos, eles dependem de muito trabalho e virão somente no médio e longo prazo.

Grupo Nexxera

Para Edson Silva, Presidente do Grupo Nexxera, empreender exige resignação, desprendimento, paciência e acreditar. É claro que exige avaliar bem antes de se lançar, e não acredite que alguém irá salvar seu projeto. O herói sempre será você e ninguém nasce rico por mais brilhante que seja a ideia. Nenhuma grande empresa ou startup nasceu vencedora. Além disso, não se baseiem no sucesso dos outros pois só se conhece um vencedor quando ele aparece, mas estudem quanto tempo levaram até atingir o sucesso e quantos tropeços tiveram até atingir o objetivo.

Acoy

Edson Barros, CEO da Acoy, assessora digital para corretores de seguros, acredita que ser empreendedor é sair da perspectiva de sonho e partir para a ação. “Para empreender, é necessário que nós sejamos capazes de motivar o time e a nós mesmos diariamente, independente das dificuldades que surgirem”, diz.

Leoa

Para Eduardo Canova, CEO da Leoa, plataforma online para declaração do Imposto de Renda e antecipação da restituição, antes de abrir o próprio negócio todo empreendedor precisa identificar qual é o seu perfil e entender quais as melhores formas de conseguir alcançar os seus objetivos pessoais e profissionais. “Basicamente, este é o primeiro passo para se organizar e compreender qual tipo de empreendimento é o ideal para você. Nesta análise, é preciso ponderar se há disposição e capital para apostar em um negócio inovador, ou optar em investir, por exemplo, em negócios franqueados e que garantam uma boa estrutura e ROIC”.

Invisto

Marcelo Amorim, Managing Partner da Invisto  e investidor anjo com longa experiência no mercado de Venture Capital, é categórico: “Delegar para crescer: No momento que uma organização começa a escalar e sair da fase da “Infância e adolescência”, as pessoas-chave da empresa podem se tornar um gargalo para um crescimento sustentável. Se não souberem delegar as tarefas operacionais e, principalmente, não desenvolverem as pessoas do seu time, as taxas de crescimento e as ações estratégicas estarão seriamente comprometidas.”, afirma.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Imagem: Rido via shutterstock

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais