Você pode ainda conseguir o auxílio emergencial de R$ 600 e nem sabe

Você pode ainda conseguir o auxílio emergencial de R$ 600 e nem sabe! O governo criou o auxílio emergencial para diminuir os impactos da pandemia na economia. Entretanto, muitas pessoas acabaram não conseguindo aprovação no benefício. Mas o que muitos não sabem é que é possível tentar receber o benefício. Isso porque mais de 62 mil pessoas que tiveram o auxílio negado entraram na justiça até segunda-feira (31), para tentar receber o benefício. A informação é da AGU (Advocacia-Geral da União).

É provável que você também vá gostar:

Governo define aumento para aposentados e pensionistas do INSS para 2021.

C6 Bank ou Nubank: qual é a melhor conta digital em 2020?

FitBank no PIX: fintech vai aderir ao novo sistema de pagamentos instantâneos

Você pode ainda conseguir o auxílio emergencial e nem sabe

Dessas pessoas que entraram na justiça, aproximadamente 21% já conseguiu uma decisão favorável, que foi encaminhada ao Ministério da Cidadania para que o pagamento seja feito. É importante mencionar que algumas pessoas conseguiram receber as cinco parcelas de uma vez só.

Parceria com DPU

A DPU (Defensoria Pública da União) ajuizou aproximadamente um quarto dos processos. Ela presta assistência apenas para quem mora em um dos 70 municípios atendidos.

Há uma parceria da DPU com o Ministério da Cidadania que trata de resolver algumas divergências cadastrais diretamente, sem precisar passar por um juiz. Contudo, em casos que sejam mais complexos, a DPU precisa abrir um processo judicial.

De acordo com a DPU, 16.841 processos referentes ao auxílio emergencial foram abertos até o dia 27 de agosto, além de 70.563 procedimentos administrativos.

O trabalhador informal pode abrir um processo sem advogado nos Juizados Especiais Federais porque esse tipo de ação envolve menos de 60 salários mínimos.

Justiça define as parcelas e a forma de pagamento

O cidadão que conseguir na Justiça o direito ao auxílio emergencial, dependerá de decisão judicial para saber a forma de pagamento do benefício. Ou seja, pode ser que o trabalhador informal receba todas as parcelas de uma única vez. Mas também pode ser incluído no próximo calendário de pagamento da Caixa.

É provável que você também vá gostar:

Operação da PF apura fraudes no auxílio emergencial e ameaças ao presidente da CEF

Senadora quer regulamentar o mercado de criptomoedas no Brasil

Enfim, gostou da nossa matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, entre outros assuntos.

Imagem: Brenda Rocha/shutterstock.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais