Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Brasil gerou 1,5 milhão de empregos no primeiro trimestre de 2021

Dados foram divulgados pelo Caged nesta quinta-feira (29).

0

O Ministério do Trabalho e Previdência informou nesta quinta-feira (29) que a economia brasileira gerou 1,5 milhão de empregos com carteira assinada no primeiro semestre deste ano. Os dados foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Dessa forma, em todo o período, foram 9.588.085 contratações e 8.051.368 demissões, restando um saldo positivo de 1.536.717 empregos criados. Portanto, para saber mais, continue lendo!

Caixa termina hoje (30) o pagamento da 4ª parcela do Auxílio Emergencial

Vivo tem lucro de R$ 1,34 bilhão no 2º trimestre de 2021

Brasil gerou 1,5 milhão de empregos no primeiro trimestre de 2021

Seja membro

Assim, mesmo com o alto número de contratações, é possível ver que o número de demissões também foi considerável. Mas, o número de empregos criados acabou prevalecendo. E com um saldo favorável, apesar da crise econômica causada pela pandemia. Para se ter uma ideia, no mesmo período do ano passado, o Brasil havia fechado 1,19 milhão de vagas.

De acordo com analistas do mercado, a comparação dos números com anos anteriores a 2020, contudo, não é mais adequada. Isso porque o governo mudou a metodologia do Caged no início do ano passado. Segundo o secretário do Ministério do Trabalho e Previdência, Bruno Bianco, em entrevista ao G1, o Brasil criou sete novos empregos por minuto nos seis primeiros meses do ano.

“Se pegarmos só as admissões, geramos 37 empregos formais por minuto. Isso mostra a força da nossa economia. No ano de 2021, ano marcado pela pandemia, geramos por minuto, no saldo (admissões menos demissões), 7 novos empregos”, afirmou.

Por fim, vale dizer ainda que, apenas em junho, de acordo com dados do Caged, o Brasil criou 309.114 mil empregos formais. Nos dados do Caged, é possível saber que os cinco setores da economia analisados que mais criaram oportunidades neste período foram de serviços  (125.713 postos), comércio (72.877 postos), indústria geral (50.145 postos), agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (38.005 postos) e, por fim, construção (22.460 postos).

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: BigPixel Photo / Shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.