Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Trabalhadores não conseguem sacar o Auxílio Emergencial por erros no aplicativo da Caixa

0

O Auxílio Emergencial anunciado sem dúvida é um grande alívio para milhões de brasileiros durante a crise econômica causada pelo coronavírus. No entanto, muitos desses cidadãos ainda não conseguiram receber o benefício devido a erros e falhas no aplicativo e/ou nos sistemas da Caixa. Confira mais detalhes nessa matéria.

É provável que você também goste:

Caixa Tem: nova atualização do aplicativo libera saque sem cartão

Bolsa Família com final 8 recebe auxílio emergencial de R$ 600 hoje

Livelo cria semana de doação em dobro para instituições beneficentes na crise

Reclamações de erros no aplicativo da Caixa

Desde o dia 15 de abril, os aplicativos que possibilitam solicitar o Auxílio Emergencial apresentam diversos problemas. No site Reclame Aqui, por exemplo, foi registrado um enorme aumento na quantidade de reclamações contra a Caixa. Entre 1º e 22 de abril de 2019, havia apenas 1.217 críticas contra a instituição, enquanto que no mesmo período desse ano foram registradas 6.822 reclamações. Ou seja, houve um aumento de 460% no total de queixas contra a Caixa.

Nos últimos dias, as críticas ao aplicativo Caixa Tem e à demora na liberação do Auxílio Emergencial apareceram diversas vezes entre os temas mais citados no Brasil no Twitter. Além disso, as queixas nas lojas de aplicativos também são muitas. Na Play Store (para sistema Android), por exemplo, a nota média do aplicativo Caixa Tem é de apenas 2,6, em um total de mais de 623 mil avaliações feitas até a manhã de hoje (28). Já na Apple Store (para sistema iOS), a nota é ainda pior: média de 1,6 para um total de mais de 61,5 mil avaliações.

Nota de esclarecimento da instituição

Confira a seguir a nota oficial da Caixa a respeito dos erros envolvendo o aplicativo Caixa Tem.

“”A CAIXA informa que o aplicativo CAIXA Tem está disponível 24 noras por dia, todos os dias. O banco implementa continuamente melhorias nas soluções de tecnologia, mas, considerando o grande volume de acessos, podem ocorrer intermitências no serviço nos momentos de maior concentração.

O aplicativo CAIXA Tem, utilizado para a movimentação dos recursos creditados na Poupança Social Digital, foi baixado por mais de 52 milhões de pessoas, sendo que 60% das que baixaram não fazem parte do público-alvo e, portanto, não precisam utilizar o CAIXA Tem.

Somente no dia 22/04, mais de 2,2 milhões de clientes distintos acessaram suas contas através do CAIXA Tem, tendo sido realizadas mais de 7 milhões de transações entre consultas e movimentações. Já foram registrados mais de 500 mil usuários simultâneos no aplicativo.

Informamos que 60% dos beneficiados receberam o Auxílio Emergencial por meio de crédito em poupança da CAIXA, conta em outro banco ou através do Bolsa Família. Para os 40% restantes, foi aberta a Poupança Social Digital, movimentada através do aplicativo CAIXA Tem. Esta conta foi criada com o intuito de bancarizar os cidadãos que estavam fora do sistema financeiro.

Vale ressaltar: o aplicativo CAIXA Tem está disponível exclusivamente para clientes que têm direito ao Auxílio Emergencial e receberão o crédito por meio Poupança Social Digital.

Para agilizar ainda mais a navegação na plataforma, a CAIXA liberou uma nova versão do CAIXA Tem, com o objetivo principal de gerenciar o acesso ao aplicativo, priorizando o público-alvo do Auxílio Emergencial, que são os inscritos no CadÚnico e que não indicaram contas para recebimento, seja da CAIXA ou de outros bancos. Beneficiários do Bolsa Família, quem já tem poupança na CAIXA e correntistas de outros bancos não precisam baixar o app. Também foi ampliada a capacidade de acessos simultâneos, disponibilizando uma previsão de atendimento aos usuários que não conseguirem acesso imediato, nos horários de maior utilização.

A nova versão do aplicativo também possui a funcionalidade de ‘saque sem cartão’, que poderá ser efetuado conforme o calendário de saque em espécie.

Com o objetivo de evitar aglomerações nas agências e unidades lotéricas, expondo empregados, parceiros e clientes ao risco de contágio, a CAIXA escalonou o calendário de saque da seguinte forma:

  • 27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro
  • 28 de abril – nascidos em março e abril
  • 29 de abril – nascidos em maio e junho
  • 30 de abril – nascidos julho e agosto
  • 04 de maio – nascidos em setembro e outubro
  • 05 de maio – nascidos em novembro e dezembro

A CAIXA reforça que não é necessária corrida às agências ou às lotéricas para realizar os saques em espécie. Bastará informar no CAIXA Tem o valor a ser retirado e será gerado um código autorizador, com validade de duas horas, para saque nos caixas eletrônicos, casas lotéricas ou correspondentes CAIXA Aqui.”

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...