Facebook está com novo projeto semelhante ao Clubhouse

Rede social de áudio está chamando a atenção de milhares de brasileiros

0

Atualmente, o Facebook ainda é a rede social mais usada no mundo, com cerca de 2,7 bilhões de usuários ativos. Em seguida, estão o YouTube e o WhatsApp, ambas com dois bilhões (este último também pertencente ao grupo Facebook). Entretanto, todos os dias surgem novas redes sociais para disputar a atenção desses usuários. Um dos mais recentes exemplos de explosão de popularidade foi com o TikTok, que já conta com mais de 16 milhões de usuários apenas no Brasil. E, mais recentemente, o Clubhouse, uma rede social de áudio, começou a ganhar espaço.

O Clubhouse é a rede social que vem dando o que falar no momento. Disponível só para iOS, por enquanto, a plataforma baseada em conversas por áudio vem chamando a atenção de muitas personalidades. Na última semana, Elon Musk foi um dos grandes nomes que passaram por lá, assim como Mark Zuckerberg. Inclusive, o fundador do Facebook parece ter gostado tanto da ideia que já está planejando um clone para concorrer com o app.

É provável que você também goste:

Com tecnologia de pagamentos inovadora, Edmond cresce e inova no mercado de energia solar

PicPay quer ser o WeChat do Ocidente e prepara lançamento de plataforma de investimentos

Facebook quer criar rede social semelhante ao Clubhouse?

Aparentemente, sim. As informações são do The New York Times. Segundo matéria do jornal, fontes afirmaram que o Facebook teria pedido a funcionários que criassem um produto semelhante. Até então, o projeto estaria em fase inicial de desenvolvimento.

Porém, o Facebook não comentou o rumor. Mas, se fosse verdade, não seria uma surpresa. A empresa tem um vasto histórico em criar serviços que “copiam” recursos de novos aplicativos que conquistam a internet. Alguns exemplos são o Instagram Stories, criado para acabar com o Snapchat, e o Reels, que tenta superar o TikTok.

Empresa tem histórico de comprar potenciais concorrentes

Por fim, também não seria uma surpresa se o Facebook tentasse comprar o Clubhouse. Isso porque a empresa já mirou em potenciais fortes concorrentes anteriormente. Exemplo disso foi a compra do próprio Instagram e o WhatsApp, à medida em que eles faziam cada vez mais sucesso. Inclusive, o Facebook já foi acusado de praticar monopólio ilegal nos Estados Unidos.

No caso do Clubhouse, a comunicação é baseada em mensagens de áudio. Assim, após fazer o cadastro, é possível criar salas com os mais diversos tópicos, que podem ser mais intimistas ou abertas a milhares de pessoas. Você pode entrar em uma sala como ouvinte ou participante. Atualmente, a rede social conta com uma média de 2 milhões de usuários semanais.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: Jirapong Manustrong / shutterstock.com

Comentários
Carregando...